Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

segunda-feira, maio 21, 2012

Conjuntura semanal

Zona Euro (tragédia grega)
Repetição das eleições em 17/Jun resultará em mais um mês de incertezas (ou mais, dependendo do resultado)
A retomada da discussão da saída da Grécia do euro trouxe uma nova onda de aversão ao risco
No segundo pacote de resgate, os ajustes fiscais de 2013 e 2014 ficaram pendentes. UE declarou que não seguirá com o financiamento se a Grécia não cumprir o acordo
Pesquisas recentes mostram o crescimento da Coalizão de Esquerda Radical (Syriza) com 23,7% das intenções de voto (que pede a imediata suspensão dos termos do acordo com Troika)
Para Nova Democracia e PASOK permanecerem sendo governo (41% das intenções de votos), é necessário coalizão com Syriza
Ø Reflexos:
De setembro de 2009 a março deste ano, a Grécia teve perdeu 31% dos depósitos bancários e, poucos dias atrás, o presidente grego revelou que outros € 700mn em depósitos deixou o país desde a eleição.
Ø Destaque da semana:
Índices PMI de maio são esperados um pouco melhores que os de abril, porém ainda abaixo do limite de 50

US (ritmo bem moderado)
Ø Destaque da semana: dados de atividade (encomendas de bens duráveis) e de mercado imobiliário.
Encomendas de bens de capital sinalizam fraco desempenho dos investimentos; que de fato desaceleraram ao longo do 1T12 ( comportamento refletido no PIB do 1º trimestre)
Vendas de imóveis novos e usados ainda longe de sinalizar recuperação do setor: desemprego alto, renda com crescimento lento e endividamento das famílias ainda não favorecem a pronta retomada do mercado imobiliário, a despeito das baixas taxas de juros. 

China (indústria 50%, serviços 40% e agricultura 10%)
Ø Destaque da semana: PMI indústria (apuração setor privado) 

Brasil (cenário internacional conturbado promove taxa de câmbio sob pressão ao mesmo tempo que mantém espaço para corte de juros !?!)
Na última semana, dados de vendas no varejo apontaram forte crescimento
IBC-Br registrou alta de 0,15% no 1T12
Dados confirmam a continuidade do crescimento bastante heterogêneo do PIB e favoreceram maior aposta num ciclo maior de afrouxamento monetário
Ø Destaques da semana:
IPCA-15 de maio: +0,60%m/m, outro resultado inferior ao registrado no ano passado (0,70%), pressão de administrados e cigarros continua
Desemprego deve ficar em 6,4% (ou 6,1% em termos dessazonalizados)
Crescimento do estoque de crédito de1,4%m/m em abril (taxas de juros já devem incorporar as reduções promovidas pelos bancos )
Déficit em transações correntes US$4,2 bi: queda do superávit comercial (difícil ambiente global) e moderação em viagens internacionais e remessas de lucros e dividendos, em função do crescimento doméstico mais lento e do real mais depreciado

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.