Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

sexta-feira, outubro 07, 2011

Com taxa de 0,53%, IPCA de setembro fica acima das expectativas do mercado

Com taxa de 0,53%, IPCA de setembro fica acima das expectativas do mercado

07 de outubro de 2011 • 09h18 Por: Equipe InfoMoney

SÃO PAULO – O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) do mês de setembro, divulgado nesta sexta-feira (7) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), apresentou resultado de 0,53%, aceleração de 0,16% em relação ao mês anterior, quando marcou taxa de 0,37%.

No acumulado do ano, o índice utilizado pelo Governo como referência para o sistema de metas de inflação, apontou 4,97%, valor superior aos 3,60% marcados nos nove primeiros meses de 2010.

Considerando os últimos doze meses, o índice situou-se em 7,31%, o mais alto desde junho de 2005 (7,27%), e acima dos 7,23% relativos aos 12 meses imediatamente anteriores. Em setembro de 2010 a taxa havia ficado em 0,45%.

Na edição mais recente do relatório Focus do Banco Central, a mediana das projeções dos economistas ouvidos pela autoridade para o IPCA de setembro era de 0,50%, com variação anual prevista para 6,52%.

Grupos que pressionaram
Segundo os dados do IBGE, foram as passagens aéreas que exerceram o principal impacto no mês, com 0,09 ponto percentual. Para viagens em setembro, os voos disponíveis subiram, em média, 23,40% em relação à média daqueles que foram disponibilizados pelas empresas para viagens em agosto, mês em que as tarifas haviam apresentado queda de 5,95%.

Assim, enquanto as despesas com transportes haviam mostrado estabilidade em agosto, com variação de apenas 0,03%, em setembro pularam para 0,70% a mais.

Por sua vez, os preços dos alimentos aumentaram 0,64%, causando impacto de 0,15 ponto percentual e tomando conta de 28% do índice do mês.

Análise Regional
Entre os índices regionais, o maior foi registrado no Curitiba (0,86%), seguido por Brasília (0,82%) e Salvador (0,72%). Por outro lado Belém (0,15%) apresentou o menor resultado, acima vieram Fortaleza (0,37%) e Rio de Janeiro e Recife, empatados. (0,42%).

Maiores variações % Menores variações %
Curitiba+0,86%Belém0,15%
Brasilia+0,82%Fortaleza0,37%
Salvador+0,72%Rio de Janeiro/Recife0,42%

Mais sobre o índice
O IPCA se refere às famílias com rendimento monetário de 1 a 40 salários-mínimos e seus dados são coletados nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.

Marcadores: ,

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.