Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

sexta-feira, setembro 09, 2011

Multinacionais já controlam publicidade no Brasil

Multinacionais já controlam publicidade no Brasil

NELSON DE SÁ
ARTICULISTA DA FOLHA
Em meio a uma corrida pela aquisição de agências brasileiras, acelerada no último ano, dois dos maiores grupos de publicidade do mundo, o britânico WPP e o francês Publicis, comandam hoje o setor no Brasil -em primeiro e segundo lugar na compra de mídia, respectivamente, segundo projeção da revista "Meio & Mensagem".

O publicitário Nizan Guanaes, da agência Africa, não vê problema. "Sou totalmente a favor de um mercado aberto, global." Outros publicitários não reagem assim.

Francisco José Moura Cunha Martins, da Artplan, diz que "o grande problema é que as contas hoje já vêm, todas elas, disputadas lá fora, o que cerceou demais o mercado para as nacionais". Seria "quase um dumping".

Sem acesso às contas das multinacionais, restam "os clientes nacionais, a maior parte em varejo, e brigar na esfera governamental". E mesmo com o governo há dificuldades, pois o grupo estrangeiro "entra com quatro, cinco propostas", de suas diversas agências, "enquanto a nacional tem uma só".

Sergio Amado, presidente da Ogilvy no Brasil, do grupo WPP, reage: "Discordo radicalmente. As multinacionais no Brasil estão fechando contratos locais".

Orlando Marques, presidente da Publicis Brasil, responde na mesma linha: "Os clientes têm muita autonomia no Brasil, para poder tomar a decisão e mandar a Publicis às favas se não for competente. Eu tenho que lutar diariamente para manter meus clientes; não é fácil, não".

Outro temor é de uma eventual padronização na criatividade na publicidade brasileira, levantado pelo vice-presidente executivo da Fenapro (Federação Nacional das Agências de Propaganda), Humberto Mendes. "Não podemos deixar de ser os criativos que somos", diz.

Marques responde que "não, pelo contrário". E Amado exemplifica, dizendo que "o Brasil, nos últimos dois anos, voltou a ter um desempenho espetacular no festival de Cannes [de publicidade], que é o medidor de desempenho criativo no mundo".

Sublinha que, "em talento, estamos até exportando, em cima de marcas mundiais criadas no Brasil".


Editoria de Arte/Folhapress

Leia a reportagem completa na edição desta sexta-feira da Folha.

Marcadores: ,

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.