Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

sábado, agosto 20, 2011

Recessão externa preocupa e início da semana define trajetória do Ibovespa

Recessão externa preocupa e início da semana define trajetória do Ibovespa

19 de agosto de 2011 • 20h40 Por: Tatiane Monteiro Bortolozi do Infomoney

SÃO PAULO - A recessão nas economias norte-americana e europeia passou de expectativa para consenso entre os principais agentes mundiais de mercado nos dois últimos dias da terceira semana de agosto. Após o Morgan Stanley rebaixar suas expectativas de crescimento, seja para a economia global ou para os Estados Unidos, grandes bancos como o JP Morgan Chase, Citigroup, Goldman Sachs e Deutsche Bank reduziram projeções e reforçaram a aproximação da desaceleração econômica nos países desenvolvidos.

O Ibovespa, que na última quarta-feira (17) atingiu o maior nível desde 3 de agosto, recuperando todas as perdas da semana e ainda acrescentando ganhos, foi atingido em cheio pela aversão ao risco. O benchmark recuou 1,91% no acumulado entre 15 e 19 de agosto, contrariando o desempenho positivo da semana anterior. As perdas, entretanto, foram menores do que a dos índices norte-americanos e europeus. O Dow Jones recuou 1,57% no período, enquanto o alemão DAX perdeu 2,19%.

O sócio-fundador da Leandro&Stormer, Leandro Ruschel, avalia que a queda menos significativa do mercado doméstico em detrimento das bolsas externas sinaliza uma força compradora. Desta forma, os primeiros pregões da semana entre 22 e 27 de agosto serão os balizadores do desempenho do Ibovespa. "Se a semana for iniciada com queda, pode ser consolidada a tendência de baixa. Por outro lado, em caso de movimentação positiva e estabilidade, podendo chegar aos 55 mil pontos (máxima da última semana), o índice tende a trilhar tendência positiva", afirma.

Temeroso, mercado espera o anúncio do QE3
"O sentimento continua sendo de cautela frente a um cenário que é bastante incerto, tanto do lado macroeconômico quanto do lado político", afirma a economista chefe da Link Investimentos, Marianna Costa. Ela explica que, na próxima semana, a agenda traz indicadores econômicos relevantes nos Estados Unidos, cuja atenção será dividida com as discussões sobre saídas para a crise de dívida europeia e, principalmente, com o provável anúncio do QE3 (Quantitative Easing 3) na reunião do Federal Reserve em Jackson Hole, na sexta-feira (27). Na mesma reunião e no mesmo local, em 2010, Ben Bernanke anunciou o QE2.

"É esperado que o discurso sinalize uma inclinação para realizar uma política de approach monetário. É o receituário que o Fed segue", diz Marianna. Para a economista, o anúncio "não deve trazer mais volatilidade; ao contrário, a autoridade sempre tenta minimizá-la". A opinião é oposta a do analista técnico Leandro Ruschel, que projeta que as incertezas e expectativas do mercado acerca do novo plano agitem ainda mais as bolsas mundiais no decorrer da semana.

Ainda que o programa de flexibilização quantitativa traga um certo alívio, o mais provável é que o pífio crescimento da economia norte-americana siga sem solução, diz Ruschel. "Em algum momento, serão necessários medidas de cortes substanciais nos gastos públicos dos Estados Unidos e Europa. O estado de bem estar social não tem mais como ser mantido, mas ninguém quer provar o remédio amargo".

Projeção para Selic pode cair
Mesmo com a alta do IPCA-15 acima das projeções em sua última medição, a curva do mercado de juros nos últimos dias demonstrou uma forte reversão, por conta da situação de pânico externa. Desta forma, o economista da NGO Corretora, Sidnei Nehme, sugere que as elevações da Selic tendem a ser paralisadas nas próximas reuniões. No médio prazo, é possível esperar até mesmo o corte das projeções para a taxa de juro básico, segundo Ruschel.

No relatório Focus, segunda-feira (22), ainda não são esperados reajustes de projeções. "Por si só, o IPCA-15 pressiona as projeções de inflação em 2011 e não alivia 2012", diz Marianna, da Link. Serão divulgados o IGP-M na segunda-feira (22), o IPC-S na terça (23) e o IPC da terceira quadrissemana na quarta-feira (24).

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.