Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quinta-feira, setembro 30, 2010

Fusão da Publicis e Talent sai na segunda

Fusão da Publicis e Talent sai na segunda

30 de setembro de 2010 | 20h04

Fonte: Clayton Netz

Na próxima segunda-feira, o Publicis Groupe, terceiro maior conglomerado publicitário do mundo, deverá anunciar a aquisição de uma participação minoritária significativa da agência brasileira Talent, do publicitário Júlio Ribeiro. O comunicado oficial será feito em Paris pela matriz do grupo francês, momentos antes da abertura do pregão da bolsa de valores local. Pelo acordo, discutido desde meados do ano passado e costurado nos últimos dois meses, a Publicis deterá 49% do capital da Talent, que continuará atuando como empresa independente no Brasil, sob o comando de Ribeiro e de seus sócios José Eustáchio e Antonio Lino. “Tanto a continuidade da operação da Talent, como a permanência dos três acionistas é uma exigência dos compradores”, disse à coluna uma fonte familiarizada com o assunto.

O valor da transação ainda não foi revelado. Nas últimas semanas o mercado trabalhou com um número em torno de US$ 180 milhões a US$ 200 milhões. Essa faixa de referência expressa a valorização do passe da Talent, que também chegou a ser cortejada pela americana WPP, número 1 do setor globalmente e dona de agências do porte da Y&R, Ogilvy e JWT. Com clientes como Alpargatas, Net, Banco Santander, Sony Ericsson, Embratel, Timberland, Ipiranga e Tigre em seu portfólio, a Talent intermediou investimentos em mídia no valor de R$ 311 milhões em 2009, obtendo uma receita bruta de R$ 100 milhões. É a 16.ª agência do ranking da publicidade brasileira e – até agora – a terceira entre as de capital inteiramente nacional.

A associação com grupos estrangeiros foi admitida pela primeira vez publicamente em maio passado por Ribeiro, em entrevista ao jornal especializado Meio & Mensagem. “A maioria de nossos clientes é multinacional”, afirmou Ribeiro. “Por esse motivo, acho que uma empresa 100% nacional, sem conexões como o exterior, está mal condicionada dentro do mercado universal.” Para ele, no futuro, “todas as agências terão de ser, de uma forma ou de outra, multinacionais.”

Com um faturamento de 4,5 bilhões de euros no ano passado, o Publicis Groupe conseguiu mostrar-se como o parceiro ideal para a Talent. No Brasil, o Publicis controla as agências F/Nazca, Leo Burnett, Publicis, Publicis Dialog e Salles Chemistri. Neste ano, no início de agosto, em meio às negociações com Ribeiro & Cia., o grupo adquiriu o passe da agência de mídia digital AG2, do Rio Grande do Sul. Ao anunciar a compra da AG2, o Publicis reafirmou em nota oficial seu interesse pelo País, confirmado pela associação com a Talent : “O Brasil segue considerado um dos mercados publicitários mais promissores do mundo.”

Marcadores:

Bookmark and Share

quarta-feira, setembro 29, 2010

Bom dia 29/09/10 - Ibovespa rompe resistência: Analistas acreditam em mudança

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta quarta-feira

No Brasil a FGV (Fundação Getulio Vargas) divulga seu IGP-M, índice mensal comumente utilizado para a correção de contratos de aluguel e tarifas de energia elétrica. O Banco Central publica a Nota de Política Fiscal com os dados sobre o montante e composição da dívida pública federal referente a agosto. Nos Estados Unidos a Associação de Bancos de Hipoteca divulga os números de Pedidos de Hipoteca com referência semanal. Sai também o tradicional Estoque de Petróleo semanal, com as reservas norte-americanas da commodity.

Ibovespa rompe resistência: Analistas acreditam em mudança
As notícias e comentários dos analistas começam a mostrar mais confiança na volta de um período de valorização mais confiável nos mercados. Para os analistas, ontem o rompimento e fechamento do Ibovespa acima dos 69.000 pontos traz uma nova perspectiva de valorização para as ações da bolsa brasileira. Para os analistas fundamentalistas, o movimento altista pode não se confirmar, pois ainda existem muitos problemas estruturais no crescimento mundial. Mas os grafistas e analistas técnicos acreditam que os investidores entendem os riscos e que o pior da crise já passou. Para eles o próximo movimento será a procura de um suporte/resistência de preços perto dos 71.000 pontos, local onde os investidores precisarão se sentir confortáveis para tentar ultrapassar a máxima histórica do Ibovespa de maio de 2008.

Bookmark and Share

terça-feira, setembro 28, 2010

Venda da Talent inclui a QG Propaganda

Venda da Talent inclui a QG Propaganda

Está em fase final a negociação para transferência ao Publicis Groupe de participações nas duas agências brasileiras

Fonte: M&M Online

A negociação que os donos da agência brasileira Talent – o majoritário Julio Ribeiro e seus sócios José Eustachio e Antonio Lino –, mantêm com os franceses do Publicis Groupe inclui também a venda de participação na QG Propaganda, controlada pelo mesmo trio e presidida pelo sócio minoritário Paulo Zoéga.

Talent e QG são das poucas agências 100% nacionais entre as 50 maiores do ranking brasileiro. Embora Ribeiro tenha resistido por anos ao frequente assedio das multinacionais, nos últimos meses evoluiu com rapidez as negociações para venda de ações das duas empresas para o Publicis Groupe.

Entre as indefinições que rondam as tratativas, mantidas em sigilo pelas partes e intermediadas pela consultoria Estáter, estão o valor das operações, os percentuais de participações acionárias que serão transferidos para a multinacional e a incorporação ou subordinação das agências brasileiras a uma das redes globais de publicidade da holding francesa – as principais são Leo Burnett, Publicis e Saatchi & Saatchi, sendo que esta última estaria descartada por já possuir sócios brasileiros na configuração da F/Nazca S&S.

Seja majoritário ou minoritário, o mais provável é que o Publicis Groupe preserve a independência de Talent e QG, cujos comandos continuariam nas mãos dos sócios brasileiros, por um período mínimo de três anos. O contrato incluiria cláusulas para aumento gradual na participação da multinacional.

Recentemente, o mesmo Publicis Groupe entrou na sociedade de outra agência de publicidade brasileira como minoritário. A compra de 5% das ações da Taterka, em março, teve o claro propósito de “fechar às portas” da empresa para os concorrentes internacionais do Publicis, que, assim, reserva o terreno para futuras negociações de aumento de sua cota, motivadas sobretudo pela expansão da agência brasileira no mercado latino para o atendimento de contas importantes como McDonald’s e Natura.

Nos casos de Talent e QG os atrativos não são menores. Cálculos de especialistas e informações de bastidores apontam que o valor da negociação com o Publicis Groupe pode ultrapassar os R$ 300 milhões – o que se configuraria em uma das maiores transações da publicidade brasileira nos últimos tempos. A inclusão da QG poderia elevar ainda mais os valores – dando a negociação como concretizada e prevendo o anúncio oficial para esta semana, a publicação inglesa Brand Republic chegou a citar, na sexta-feira, 10, algo próximo de £ 200 milhões, o que em moeda nacional somaria improváveis R$ 530 milhões.

O que eleva o valor da Talent é uma combinação positiva da onda de investimentos estrangeiros no mercado brasileiro com a vantagem competitiva da agência viver o melhor momento financeiro de seus 30 anos de história, coroado pela concentração na casa de toda a verba publicitária do Grupo Santander. “O fator Santander dá uma turbinada muito grande no volume de faturamento da Talent. Neste ano de 2010 vamos dobrar o tamanho da agência em relação a dobrada que já tínhamos dado de 2005 a 2009”, previu Julio Ribeiro, em entrevista ao Meio & Mensagem, em maio.

Na mesa de negociações pesam ainda as margens de lucro de Talent e QG, superiores á média nacional. No encerramento do exercício de 2009, a Talent somou receita líquida de R$ 41 milhões e teve lucro líquido de R$ 15,4 milhões, o que significa um lucro de 38% em relação a receita. Na QG este índice chega a 44%, comparando-se a receita líquida de R$ 6,1 milhões com o lucro líquido de R$ 2,7 milhões – ambos relativos ao ano de 2009.

Além disso, ambas mantêm relacionamento com clientes importantes como Alpargatas, Ipiranga, Lojas Americanas, Net, Santander, Semp Toshiba e Tigre, atendidos pela Talent; e hipermercado Big (Walmart), Dicico, Jetuiti (Grupo Silvio Santos), seguradora Mapfre, Ovomaltine do portfólio da QG, que tem escritórios em São Paulo e Porto Alegre.

Segundo o ranking Agências & Anunciantes, a Talent fechou 2009 em 16º lugar, com faturamento com compra de mídia de R$ 312 milhões, o que significa alta de 7% em relação a 2008; enquanto QG ocupou o 45º lugar, com faturamento de R$ 75 milhões, que representam alta de 2% em comparação com o ano anterior.

Quando surgiu, em 1992, a QG era um projeto embrionário da Young & Rubicam com foco na área de merchandising em ponto-de-venda, tocado por dois funcionários da multinacional: Sérgio Lopes (então diretor de arte) e Fernando Queiroz (diretor de operações). Entretanto, alguns meses depois, a Y&R desistiu da empreitada, abraçada por Lopes e Paulo Zoéga, que deixou a diretoria de atendimento da Talent para se dedicar ao negócio próprio.

Em 1998, a dupla vendeu 50% da empresa ao Grupo Talent. Em setembro de 2007, com a saída de Lopes, a holding de Julio Ribeiro, José Eustachio e Antonio Lino passou a deter o controle acionário. Em 2002 e 2005, a QG chegou a figurar entre as 30 maiores do mercado brasileiro de acordo com o ranking da publicação Agências & Anunciantes.

Além da Talent e da QG, Julio Ribeiro, José Eustachio e Antonio Lino também têm participação acionária em uma terceira empresa atuante no mercado brasileiro de comunicação: a consultoria CO-R Estratégias de Inovação, comandada pela sócia Rita Almeida.

Terceiro maior grupo da publicidade mundial, a holding francesa reportou um crescimento de receitas da ordem de 5,3% no primeiro semestre em suas operações globais, atingindo um total de € 2,5 bilhões nos seis primeiros meses do ano. A região que mais se destacou foi justamente a América Latina, com alta de 10,8% e receitas chegando a € 126 milhões. Não há dados por países, mas o Brasil está na faixa de localidades que cresceram entre 5% e 10%.

No Brasil, o Publicis Groupe controla as agências Leo Burnett, Publicis, Salles Chemistri, Publicis Dialog, Digitas, Razorfish. Além disso, tem participação majoritária na F/Nazca S&S (com 53% de participação) e na AG2 Publicis Modem (adquiriu 62% em agosto); e é minoritário na NeogamaBBH (onde tem 40% das ações), na Taterka (onde possui 5%) e na Andreoli/MS&L (onde tem participação de 25%).

Leia também:
Compra da Talent pelo Publicis estaria concretizada
Talent prestes a entrar para o Publicis Groupe

Marcadores:

Bookmark and Share

Bom dia 28/09/10 - O que acontecerá na Bolsa após Petrobras

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta terça-feira

Concentração em indicadores nos Estados Unidos. Serão divulgados o Índice S&P Case-Shiller, que mede a trajetória do preço dos imóveis no país e o Consumer Confidence, responsável por mensurar a confiança do consumidor norte-americano.

O que acontecerá na Bolsa após Petrobras
O evento mais significativo da bolsa brasileira ontem foi a estréia das novas ações da Petrobras, parte do processo de capitalização da empresa. Os investidores presenciaram alguma volatilidade durante o dia, com as ações caindo fortemente logo após a abertura, mas as ações ordinárias e preferenciais da petrolífera conseguiram encerrar o pregão em alta. O volume financeiro negociado com as duas ações atingiu um terço do total negociado na bolsa durante todo o dia. Para os analistas o cenário é otimista. Como a capitalização da Petrobras chamava toda a atenção dos investidores, até mesmo dos estrangeiros, ficava difícil para outras ações mostrarem força. Espera-se que até o final do ano mais empresas façam ofertas públicas na bolsa brasileira, com negócios estimados em US$ 10 bilhões. Reforçando o ânimo dos investidores, novos dados econômicos também começam a clarear as bases de um novo crescimento mundial, talvez ainda não sustentado por conta própria, mas um movimento que será acompanhado de perto pelos governos e autoridades monetárias.

Bookmark and Share

segunda-feira, setembro 27, 2010

Grupos mundiais controlam mais de 60 empresas

Grupos mundiais controlam mais de 60 empresas

fonte: Demarest e Almeida Advogados - Biblioteca
Caderno Serviços, página A9

Atualmente, alguns dos maiores conglomerados de comunicação do mundo - WPP, Omnicom Group, Publicis Groupe, Interpublic e Havas - controlam ou tem algum tipo de participação em 62 empresas brasileiras, entre agências de propaganda, marketing direto, digital, esportivo, ou de relacionamento, assessorias de imprensa, empresas de pesquisa e consultorias. O japonês Dentsu, quinto maior grupo mundial, deixou a parceria com a DPZ e vem atuando de forma independente no País.

Já os grupos nacionais com participação nas maiores agências do País controlam 44 empresas. O grupo ABC, que no ano passado apareceu na 20ª posição do ranking mundial de grupos de comunicação, com receita de US$ 277 milhões, tem 13 agências no Brasil, além de duas operações nos Estados Unidos.

O grupo Totalcom, do empresário Eduardo Fischer, pode ter cinco agências se fechar a compra da produtora de eventos The Groove Concept, que participa da organização do festival SWU com o grupo e está em negociação. O Totalcom também mantém operações na Argentina e Portugal.

Outros grupos nacionais de propaganda e marketing são Artplan (4), Clube (6), Grupo TV1 (6), Eugenio (5), PPR (3) e Talent (3).

Marcadores:

Bookmark and Share

TVs on-line causam corrida por anúncios



TVs on-line causam corrida por anúncios

Jessica E. Vascellaro e Suzanne Vranica
The Wall Street Journal

Algumas empresas de tecnologia interessadas em distribuir vídeos para a sala de estar estão estudando veicular propaganda em seus serviços nos Estados Unidos, numa tentativa de obter parte dos bilhões de dólares gastos com publicidade na televisão.

Algumas empresas, como a TiVo Inc. e a Microsoft Corp., divulgaram propostas de comerciais ligados a serviços de vídeo via banda larga. Entre as propostas há anúncios que podem levar o espectador ao trailer de um novo filme no site de vídeos YouTube, quando ele assistir a um programa gravado pelo TiVo, e também propagandas que podem ser acessadas clicando numa janela do menu de navegação do serviço Xbox Live.
[Rogers] Bloomberg News

Tom Rogers, diretor-presidente da TiVo, que vê potencial de receita na web

Também estão surgindo outras iniciativas. O Google Inc. tem se reunido com algumas das maiores agências de Nova York para explorar novos meios de vender anúncios em seu projeto Google TV, que deve ser lançado nos próximos meses. A Sony Corp. e outras fabricantes de televisores estão lançando TVs e caixas conversoras equipadas com o software, que permite buscar programas de TV e vídeos na internet.

O Google informou a executivos de publicidade que planeja comercializar anúncios que seriam exibidos nos resultados das buscas quando o telespectador está procurando o que assistir, disseram alguns desses executivos. Mas os anúncios não interromperão o fluxo de propaganda durante o programa em si.

O Google também revelou a executivos das agências de mídia, que compram espaço publicitário para seus clientes, que pretende esperar pelo menos um ano antes de começar a veicular anúncios no novo serviço. Uma porta-voz do Google disse que a empresa foi abordada por anunciantes interessados no Google TV, mas que está "totalmente concentrada em lançar um serviço de qualidade e não tem planos específicos com publicidade" no momento.

Enquanto isso, a Sony estuda vender comerciais que seriam exibidos antes de programas mais seletos que as pessoas podem assistir em televisores ligados à internet, em aparelhos de Blu-ray ou no videogame PlaySation 3, diz uma pessoa a par da questão. A pessoa acrescentou que o serviço já pode estar disponível nos próximos meses. A empresa japonesa não quis comentar.

Ao mesmo tempo, empresas que distribuem anúncios tradicionais na internet, como o Yahoo Inc., estão adaptando suas tecnologias para exibir anúncios que seriam veiculados ao lado de vídeos da web em televisores.

Não é a primeira vez que as empresas de tecnologia tentam conquistar espaço nesse mercado. Nos últimos anos, o Google e a Microsoft lançaram serviços de propaganda na TV que oferecem comerciais voltados a tipos específicos de consumidores e que analisam o desempenho deles com base em dados de caixas conversoras. Mas analistas dizem que a receita desses negócios não tem crescido muito. Uma porta-voz do Google disse que o negócio de distribuição de propaganda na TV cresceu "significativamente".

Desta vez, as empresas de tecnologia estão buscando novas possibilidades na propaganda, criadas pela distribuição direta de vídeos para a televisão via internet. O software que permite isso cria novos espaços na tela para exibir anúncios e permite direcionar as propagandas de acordo com a preferência das pessoas.

A propaganda na TV é um negócio gigantesco. A ZenithOptimedia, uma empresa de mídia da Publicis Groupe, prevê que o mercado americano de propaganda na TV vai crescer 3,8% este ano, para US$ 55,8 bilhões.

As empresas de TV paga também estão testando novas tecnologias para direcionar seus anúncios com mais precisão, bem como novos formatos que permitam interagir com a propaganda usando o controle remoto.

(Colaborou Yukari Iwatani Kane)

Marcadores:

Bookmark and Share

sexta-feira, setembro 24, 2010

Bom dia 24/09/10 - Petrobras: Veja aqui o preço da capitalização. E agora?

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta sexta-feira

Hoje a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) divulga o IPC (Índice de Preços ao Consumidor), índice que mede a variação de preços para o consumidor na cidade de São Paulo com base nos gastos de quem ganha de um a vinte salários mínimos. Nos Estados Unidos o Departamento do Comércio divulga o número das Vendas de Imóveis Novos e os Pedidos de Bens Duráveis, indicando o nível de atividade da indústria norte-americana.

Petrobras: Veja aqui o preço da capitalização. E agora?
Foram divulgados ontem após as 22h00 os preços das ações na oferta de capitalização da Petrobras. As ações preferenciais foram precificadas em R$ 26,30 e as ordinárias em 29,65. Com esses preços a operação é a maior já vista na história das bolsas mundiais, um total de aproximadamente US$ 70 bilhões. Esse levantamento de capital permitirá à Petrobras reduzir seu endividamento e ter recursos para realizar seu plano de investimentos para os próximos anos, inclusive a criação de poços do pré-sal. No entanto os preços definidos ontem à noite ficaram abaixo do preço de fechamento das ações já negociadas. Portanto os investidores que entraram na oferta, através das reservas de ações, irão adquirir as ações com um desconto em relação ao fechamento de ontem de aproximadamente 2%. Ainda precisa ser definido o rateio de ações, ou seja, quantas ações cada investidor terá disponível no lançamento. Os aumentos sucessivos nos lotes ofertados pela Petrobras demonstram que a procura parece ter sido muito grande, o que tenderia a diminuir o número de ações disponíveis para cada investidor. As novas ações começarão a ser negociadas na próxima segunda-feira, dia 27 de setembro e você pode nos requisitar gratuitamente acesso ilimitado para acompanhá-las em tempo-real, tanto no mercado Bovespa como na NYSE e ADRs.

Bookmark and Share

quinta-feira, setembro 23, 2010

Daniele Bessis Joins Publicis Groupe as CEO of Re:sources Worldwide

Daniele Bessis Joins Publicis Groupe as CEO of Re:sources Worldwide



PARIS, June 28, 2010 /PRNewswire-FirstCall/ -- Daniele Bessis has joined Publicis Groupe as CEO of Re:sources Worldwide. In her new position, she will be responsible for driving the global Shared Services Centers in more than 40 countries across three regions: the Americas, EMEA and Asia-Pacific. Daniele Bessis will report to Jean-Yves Naouri, Chief Operating Officer of Publicis Groupe.

Daniele Bessis started her career in 1988 as technical advisor to Roger Fauroux, then French Minister of Industry. In her next function, she was in charge of M&A in the Pechiney Group (1989-1990). She went on to hold a variety of high-ranking positions in International Banking and Finance in the BNP-Paribas Group (1990-1999) before heading Finance and Equity Investments at the AGF insurance company. In 2002, she was appointed CEO of Gras Savoye, an organization she left in 2007 to chair April Group Corporate. Thanks to her extensive experience working with institutions, she was then named President of the SAFIG Group in early 2009. She graduated from Ecole Polytechnique, became an engineer in the Corps des Ponts et Chaussees (France's prestigious state bridges and roads engineering corps), and was first in her class at Ecole Normale Superieure.

Jean-Yves Naouri said, "Daniele's experience will allow us to leverage operational synergies in support of our agencies, while upholding the Publicis Groupe code of conduct. The Shared Services organization forms the backbone of Publicis Groupe, and this makes it a key component of our future strategy and a crucial competitive differentiator."

About Publicis Groupe

Publicis Groupe [Euronext Paris: FR0000130577] is the world's third largest communications group. It ranks as the world's second largest media counsel and buying group, and is the first global network in digital and healthcare communications. With activities spanning 104 countries on five continents, the Groupe employs approximately 45,500 professionals. Publicis Groupe offers local and international clients a complete range of advertising services through three global advertising networks, Leo Burnett, Publicis, Saatchi & Saatchi, two multi-hub networks, Fallon and 49%-owned Bartle Bogle Hegarty, as well as New York-based Kaplan Thaler Group. Media consultancy and buying is offered through the two first ranked worldwide networks, Starcom MediaVest Group and ZenithOptimedia; and interactive and digital marketing led by the two first ranked Digitas and Razorfish networks. Publicis Groupe launched VivaKi to leverage the combined scale of the autonomous operations of Digitas, Denuo, Razorfish, Starcom MediaVest Group and ZenithOptimedia to develop new services, tools, and next generation digital platforms. Publicis Groupe's specialized agencies and marketing services offer healthcare communications with Publicis Healthcare Communications Group (PHCG, the first network in healthcare communications), sustainability communications and multicultural communications. With MS&LGroup, one of the world's top three PR and Events networks, expertise ranges from corporate and financial communications to public relations and public affairs, branding, social media marketing and events, sports marketing and events.

Web site: http://www.publicisgroupe.com

SOURCE Publicis Groupe Services

Marcadores:

Bookmark and Share

Talent prestes a entrar para o Publicis Groupe

Talent prestes a entrar para o Publicis Groupe

Negociação reforça a onda atual de investimentos estrangeiros no aquecido mercado publicitário brasileiro



Por Alexandre Zaghi Lemos
27 de Agosto de 2010 às 09:45

O aumento da importância do Brasil para os grandes grupos multinacionais de comunicação e marketing mantém aquecidas no País as negociações de fusões e aquisições. A mais importante atualmente em curso envolve os franceses do Publicis Groupe e a agência Talent, uma das poucas que se mantém com capital 100% nacional no topo do ranking brasileiro. Considerando o fechamento de 2009 da publicação Agências & Anunciantes, de Meio & Mensagem, a Talent é a 15ª maior agência do País, sendo a terceira entre as de capital 100% nacional e a quarta entre as de controle brasileiro, atrás de Neogama/BBH (60% de capital nacional), Fischer+Fala (100% brasileira) e Africa (100% brasileira).

Se mantidas as bases atuais das tratativas em andamento, a Talent não será incorporada por nenhuma das redes globais de publicidade da holding francesa – as principais são Publicis, Leo Burnett e Saatchi & Saatchi. Além de manter vida independente e preservar sua marca atual, a Talent continuaria dirigida pelos seus três sócios brasileiros. A negociação é intermediada pela Estáter, consultoria especializada em fusões e aquisições.

A principal motivação do negócio é o desejo do sócio majoritário e presidente da Talent, Julio Ribeiro, de transferir o controle da empresa, dirigida por ele e seus dois sócios: José Eustachio e Antonio Lino. O trio pretende aproveitar a onda de investimentos estrangeiros no mercado brasileiro e a vantagem da agência viver um ótimo momento – o melhor de sua história de 30 anos.

“Com o tempo, uma empresa 100% brasileira terá que mudar”, reconheceu Ribeiro em entrevista ao Meio & Mensagem, em maio. “A maioria dos nossos clientes é de multinacionais. A Tigre, por exemplo, que era uma empresa de Santa Catariana, hoje tem fábricas em dez países. Por este motivo, acho que uma empresa 100% brasileira, sem conexões com o exterior, está mal condicionada dentro do mercado universal. Hoje, não há um mercado brasileiro, o que há é o mercado mundial, do qual o Brasil é uma parte importante. No futuro, todas as agências terão de ser, de alguma forma, multinacionais”.

Já o Publicis Groupe é, entre os gigantes da publicidade mundial, o que mais tem investido em aquisições no mercado brasileiro atualmente. O lance mais recente, efetivado em agosto, foi a compra de 62% da agência digital AG2, transformada na base brasileira da Publicis Modem. Em março o grupo francês entrou na sociedade da Taterka, com participação minoritária de 5% - em uma operação que tem o claro propósito de reservar o terreno para futuras negociações de aumento de sua cota, motivadas sobretudo pela expansão da agência brasileira no mercado latino para o atendimento de contas importantes como McDonald’s e a Natura. Ainda neste ano, o Publicis Groupe abriu a filial brasileira da Razorfish, em maio. Na seara interativa, já havia comprado no final de 2008 a Tribal, transformada no escritório brasileiro da rede Digitas.

Terceiro maior grupo da publicidade mundial, o Publicis Groupe reportou um crescimento de receitas da ordem de 5,3% no primeiro semestre em suas operações globais, atingindo um total de € 2,5 bilhões nos seis primeiros meses do ano, contra os € 2,2 bi do mesmo período em 2009. O lucro líquido subiu 27,5%. A região que mais se destacou foi justamente a América Latina, com alta de 10,8% e receitas chegando a € 126 milhões. Não há dados por países, mas o Brasil está na faixa de localidades que cresceram entre 5% e 10%. Além das já citadas, o Publicis Groupe controla no País as agências F/Nazca S&S, Leo Burnett, Publicis, Publicis Dialog e Salles Chemistri, além disso, tem participações minoritárias na NeogamaBBH e na Andreoli/MS&L.

A Talent, por sua vez, foi inaugurada em abril de 1980. Seu capital inicial foi o prestígio conquistado por Julio Ribeiro na carreira de profissional de planejamento, que fez dele o primeiro vencedor do Prêmio Caboré nesta categoria – coincidentemente naquele mesmo ano de abertura da agência. Após viver uma grave crise no início dos anos 2000, em decorrência da perda da conta da Intelig, a Talent ser recuperou, contratou o consultor Claudio Galeazzi para remodelar sua estrutura operacional e se preparou para uma desejada negociação com grupos multinacionais.

“Em março de 2001, olhei os números, vi que iríamos entrar em um vermelho muito grande e tive consciência de que eu não saberia resolver o problema”, relembra Ribeiro. “Um dos nossos clientes é a Lojas Americanas, para quem o Claudio Galeazzi tinha feito um trabalho brilhante. Resolvi chamá-lo, mas ele recusou. Disse que a Talent era muito pequena. No dia seguinte, voltei lá e perguntei: ‘Claudio, assuma que eu sou uma empresa grande. Quanto você cobraria?’. Ele cobrou US$ 1 milhão, eu topei e foi o melhor negócio que fiz até hoje. Ele passou um ano na Talent, cortou 25% das pessoas da agência e reestruturou o modelo da empresa, que até então era muito centralizada na figura dos sócios. O Galeazzi nos convenceu de que os sócios não podem tocar a empresa, têm que desenvolver o negócio. Hoje, eu e meus dois sócios, o José Eustachio e o Antonio Lino, cuidamos de expandir a agência, de atender os mega problemas dos clientes, de conquistar novas contas e de fazer a gestão e a governança. Do ponto de vista de operação e de gestão, foi uma mudança total. Hoje temos um modelo de agência muito moderno para qualquer país do mundo. Com essa nova cultura, nosso custo foi reduzido em 33%. Em 2001, perdemos dinheiro, mas já em 2002 voltamos a ser rentáveis. E, desde então, sempre tivemos lucro. Hoje temos cerca de 180 pessoas e faturamos perto de dez vezes mais o montante daquele ano 2000. De 2005 a 2010, dobramos o tamanho da agência duas vezes”.

O impulso final para a empreitada de venda de participação a um grupo estrangeiro foi a concentração na agência desde outubro do ano passado de toda a verba publicitária do Grupo Santander, o maior cliente da casa e um dos maiores do mercado brasileiro. “O fator Santander dá uma turbinada muito grande no volume de faturamento da Talent. Neste ano de 2010 vamos dobrar o tamanho da agência em relação a dobrada que já tínhamos dado de 2005 a 2009”, calcula Ribeiro.

Além disso, as conversas dos sócios da agência brasileira com outros emissários internacionais são alimentadas pela ótima reputação da Talent, sua margem de lucro superior á média nacional e o relacionamento duradouro mantido com clientes como Ipiranga, Lojas Americanas, Semp Toshiba e Tigre, entre outros. Segundo o ranking Agências & Anunciantes, a Talent fechou 2009 com faturamento com compra de mídia de R$ 312 milhões, o que significa alta de 7% em relação a 2008.

Source: M&M Online

Marcadores:

Bookmark and Share

Publicis Groupe Pursues its Global Digital Expansion Acquires AG2, Top Brazilian Interactive Agency

Publicis Groupe Pursues its Global Digital Expansion Acquires AG2, Top Brazilian Interactive Agency



PARIS, August 2, 2010 /PRNewswire-FirstCall/ -- Publicis Groupe (EURONEXT Paris: FR0000130577) announced today that it has signed an agreement to acquire AG2, one of the largest independent digital agencies in Brazil. The agency will be aligned with Publicis Modem, the digital arm of the Publicis Worldwide global network, and will be renamed AG2 Publicis Modem. Cesar Paz, CEO of AG2, will continue to lead the agency, and will now report to Orlando Marques, CEO of Publicis Brazil.

Headquartered in Porto Alegre with offices in Sao Paulo and Pelotas, AG2 employs approximately 170 communications specialists. Since its launch in 1999, the agency has established itself as a national leader in interactive experiences. AG2's core expertise is competitive intelligence, a competence that boosts its other two: brand management and interactive experiences. Major clients include General Motors, Bradesco (one of the biggest banks in Brazil), Embraer, and Bunge Group.

The acquisition of AG2 illustrates Publicis Groupe's continued commitment to investing in digital and high-growth markets. AG2 is the most recent addition to the Publicis Modem digital network. Publicis Modem currently employs approximately 1,400 professionals and has 40 offices around the world.

According to ZenithOptimedia adspend forecasts (July 2010), the Brazilian ad market expanded rapidly during the five years leading to 2008. All media performed well, but online is the clear winner: between 2004 and 2008, the online market grew by at least 40% each year. Because marketing budgets were slashed last year, overall estimated growth slowed in 2009, but is poised to recover rapidly. Brazil is still considered one of the most promising advertising markets in the world.

Publicis Groupe has nearly 750 employees in Brazil. The Groupe is present through its brands Publicis Worldwide, Saatchi & Saatchi, Leo Burnett, VivaKi (Digitas, Razorfish, Starcom MediaVest Group, ZenithOptimedia ), and MS&LGroup.

About Publicis Groupe

Publicis Groupe [Euronext Paris: FR0000130577] is the world's third largest communications group. It ranks as the world's second largest media counsel and buying group, and is the first global network in digital and healthcare communications. With activities spanning 104 countries on five continents, the Groupe employs approximately 46,000 professionals. Publicis Groupe offers local and international clients a complete range of advertising services through three global advertising networks, Leo Burnett, Publicis, Saatchi & Saatchi, two multi-hub networks, Fallon and 49%-owned Bartle Bogle Hegarty, as well as New York-based Kaplan Thaler Group. Media consultancy and buying is offered through the two first ranked worldwide networks, Starcom MediaVest Group and ZenithOptimedia; and interactive and digital marketing led by the two first ranked Digitas and Razorfish networks. Publicis Groupe launched VivaKi to leverage the combined scale of the autonomous operations of Digitas, Denuo, Razorfish, Starcom MediaVest Group and ZenithOptimedia to develop new services, tools, and next generation digital platforms. Publicis Groupe's specialized agencies and marketing services offer healthcare communications with Publicis Healthcare Communications Group (PHCG, the first network in healthcare communications), sustainability communications and multicultural communications. With MS&LGroup, one of the world's top three PR and Events networks, expertise ranges from corporate and financial communications to public relations and public affairs, branding, social media marketing and events, sports marketing and events.

Web site: http://www.publicisgroupe.com

SOURCE:

Publicis Groupe Services
PR Newswire Association LLC

Marcadores:

Bookmark and Share

quarta-feira, setembro 22, 2010

Bom dia 22/09/10 - Petrobras: Reservas terminam hoje e devem trazer alívio às cotações

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta quarta-feira

No Brasil será divulgada a Sondagem de Expectativas do Consumidor de setembro pela Fundação Getulio Vargas, índice que mede através de questionários a famílias as principais capitais do Brasil a situação econômica do país e da família, orçamento doméstico, grau de dificuldade de encontrar trabalho e intenções de compras de bens de alto valor. Nos Estados Unidos a Associação de Bancos de Hipoteca divulga os números de Pedidos de Hipoteca com referência semanal. O Departamento de Energia divulga o Estoque Semanal de Petróleo.

Petrobras: Reservas terminam hoje e devem trazer alívio às cotações
Hoje termina o prazo para os investidores que não eram vinculados à petrolífera para reservar sua cota no processo de capitalização que promete ser o maior do mundo. O investimento mínimo para investidores pessoa física é de R$ 1.000,00. Existe a possibilidade de o investidor aplicar através de fundos de investimento voltados especificamente à Petrobras com cotas mínimas de R$ 200,00. As corretoras e bancos afirmam que a procura pelos papéis está sendo alta e por esse motivo a Petrobras elevou o limite dos lotes adicionais em 20%. Um efeito esperado pelos analistas será um alívio das cotações após a finalização do processo de capitalização da empresa. Como a maior parte do investimento virá de instituições e governo, que visam o longo prazo, a volatilidade causada por especuladores deverá ser contido nos primeiros dias de negociação.

Bookmark and Share

segunda-feira, setembro 20, 2010

Bom dia 20/09/10 - Bolsas mundiais sobem, mas investidor brasileiro deve ficar atento hoje

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta segunda-feira

No Brasil o Banco Central divulga o Relatório Focus e o Ministério do Desenvolvimento apresenta a Balança Comercial da semana. É dia de vencimento das opções sobre ações série I na Bovespa. Não é permitido abrir novas posições nesta série, sob pena de multa.

Bolsas mundiais sobem, mas investidor brasileiro deve ficar atento hoje

As principais bolsas européias e futuros norte-americanos sobem agora pela manhã. Para os analistas o movimento é reflexo do anúncio do governo da Irlanda de que o país não precisará de recursos financeiros extraordinários da União Européia ou FMI. No Brasil os investidores precisam ficar atentos, pois hoje é dia de vencimento dos contratos de opção sobre ações. As cotações podem sofrer maiores oscilações afirmam os analistas. Vale lembrar que somente poderão negociar opções deste vencimento quem já as possui em carteira ou precisa fechar operações vendidas em aberto. Abrir novas posições na série I pode causar enormes prejuízos ao investidor e sua corretora por conta de multa da bolsa de valores.

Bookmark and Share

quinta-feira, setembro 16, 2010

Bom dia 16/09/10 - Atenção: Hoje é o último dia para reservar Petrobras

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta quinta-feira

A agenda é dominada novamente por indicadores relativos à economia dos EUA. O Departamento do Trabalho publica o Índice de Preços ao Produtor de agosto e os Pedidos de Seguro-Desemprego da semana. O Departamento de Tesouro Americano divulga o Fluxo de Capital Estrangeiro de julho. O FED distrital da Filadélfia divulga seu índice de setembro que mede o ritmo da atividade industrial na região. No Brasil a Fundação Getulio Vargas divulga o IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor ? Semanal).

Atenção: Hoje é o último dia para reservar Petrobras
Nesta quinta-feira encerra-se o prazo para os investidores da Petrobras, aqueles que possuíam ações da empresa em carteira pelo menos até 10 de setembro deste ano, sexta-feira passada, reservar o direito de participar na oferta pública de ações que a petrolífera irá realizar no dia 27 deste mês. Quem quer participar usando o FGTS também deve respeitar a data de hoje. Vale lembrar que nesse caso só quem já havia usado o fundo para investir na Petrobras no ano 2000 tem o direito. Já quem não é investidor da empresa, mas quer participar da oferta pública pode reservar seus papéis até o dia 22 de setembro.

Bookmark and Share

quarta-feira, setembro 15, 2010

Bom dia 15/09/10 - Investidores aguardam divulgação nos EUA

Notícias em destaque


Agenda do investidor para esta quarta-feira
Dia cheio de indicadores para o mercado norte-americano. Nos Estados Unidos será divulgado a medição da Produção Industrial e Utilização da Capacidade Instalada e também os Preços de Importação e Exportação, que indicam tendências inflacionárias. O FED de Nova York publica o Índice Empire State que mede o nível de atividade industrial no estado. Sai também o tradicional Estoque de Petróleo semanal, com as reservas norte-americanas da commodity.

Investidores aguardam divulgação nos EUA
As principais bolsas mundiais e futuros norte-americanos operam em leve queda agora pela manhã ao aguardarem a divulgação de diversos indicadores econômicos relativos aos EUA. Com a agenda repleta de medições relativas à produção e comércio exterior os investidores brasileiros devem ficar atentos a movimentação dos índices de bolsas de valores internacionais.

Bookmark and Share

terça-feira, setembro 14, 2010

Bom dia 14/09/10 - Bolsa: Analistas acreditam em semana sem surpresas

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta terça-feira

No Brasil a FGV (Fundação Getulio Vargas) divulga seu IGP-M, índice mensal comumente utilizado para a correção de contratos de aluguel e tarifas de energia elétrica. Nos Estados Unidos o Departamento do Comércio divulga as Vendas no Varejo, de bens duráveis e não-duráveis de agosto e os Estoques das Empresas (industrial e varejo), do mês de julho.

Bolsa: Analistas acreditam em semana sem surpresas
A semana iniciou bem ontem para os investidores. O índice Ibovespa fechou com valorização de 1,83% em uma sessão marcada por pouca volatilidade. Os analistas afirmam que a semana não deve trazer grandes surpresas no cenário internacional. Na Europa e EUA os investidores começam a resgatar a confiança em investimentos de renda variável após o acordo dos bancos centrais mundiais na cidade suíça de Basiléia, prevendo um maior controle e capitalização dos bancos nacionais a fim de evitar futuras crises de crédito como a ocorrida em 2008. Na China a produção industrial mostrou forte crescimento em agosto afastando a idéia de que o país poderia estar desacelerando demais e parar de crescer. No Brasil a maior volatilidade ainda virá das ações da Petrobras em meio ao seu processo de capitalização. Investidores estão programando suas posições nos papéis da companhia de acordo com os lotes disponíveis na emissão.

Bookmark and Share

segunda-feira, setembro 13, 2010

Bom dia 13/09/10 - Bolsas em alta: Investidores animados com novas notícias

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta segunda-feira

No Brasil o Banco Central divulga o Relatório Focus e o Ministério do Desenvolvimento apresenta a Balança Comercial da semana. Nos Estados Unidos o Departamento do Tesouro apresenta o Orçamento do Tesouro do mês de agosto.

Bolsas em alta: Investidores animados com novas notícias
As principais bolsas mundiais sobem hoje pela manhã com novas notícias vindo da China e Europa. A Comissão Européia informou que acredita que a economia da região poderá crescer bem mais do que o previsto este ano, mesmo com desaquecimento no segundo semestre. Outro fator que influencia os investidores agora pela manhã é o acordo do Comitê da Basiléia de Supervisão Bancária editado este final de semana, com o intuito de sanear e preparar o sistema bancário internacional para evitar crises financeiras futuras. Na China a produção industrial cresceu 13,8% em agosto na comparação anual, acima do que esperava o mercado, mostrando uma recuperação parcial da economia local.

Bookmark and Share

sexta-feira, setembro 10, 2010

Bom dia 10/09/10 - China: dados econômicos impulsionam commodities

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta sexta-feira

Hoje a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) divulga o IPC (Índice de Preços ao Consumidor), índice que mede a variação de preços para o consumidor na cidade de São Paulo com base nos gastos de quem ganha de um a vinte salários mínimos. A Fundação Getulio Vargas divulga o IGP-DI (Índice Geral de Preços ? Disponibilidade Interna), média ponderada dos índices IPA (60%), IPC (30%) e INCC (10%). O IBGE divulga a Pesquisa Industrial Mensal Emprego e Salário com dados relativos ao comportamento do emprego e dos salários nas atividades industriais em julho, abrangendo todo o Brasil. Nos Estados Unidos o Departamento do Comércio divulga os Estoques no Atacado de julho.

China: dados econômicos impulsionam commodities

A China anunciou hoje um aumento de mais de um terço no saldo da balança comercial de agosto em comparação com o ano passado. As importações caíram um pouco, mas mesmo assim a cotação do petróleo reagiu chegando próxima dos US$ 80,00 o barril em Nova York. A cotação do ouro também apresenta alta no dia. Na Europa as bolsas caem com a solicitação de capitalização do Deutsche Bank em mais de US$ 11 bilhões. Investidores e analistas não se agradaram da notícia da venda de novas ações levantando suspeitas de que mais bancos poderiam solicitar recursos para balanceamento de capital.

Bookmark and Share

Fique de olho: primeiro corte para oferta prioritária da Petro acontece nesta sexta

Fique de olho: primeiro corte para oferta prioritária da Petro acontece nesta sexta

Por: Tainara Machado
10/09/10 - 06h48
InfoMoney

SÃO PAULO - A primeiradata de corte para a oferta primária de ações da Petrobras (PETR3, PETR4) acontece nesta sexta-feira (10). Vale lembrar que a subscrição de 80% das ações inicialmente previstas no âmbito da ofertaglobal serão destinadas à Oferta Prioritária, da qual poderão participar os acionistas que tenham posição de custódia em papéis da estatal ao final desta sexta.

É importante destacar que apenas as ações compradas até a segunda-feira (6) serão consideradas como posição em custódia nesta sexta, lembrando o prazo de três dias úteis a partir da operação para a liquidação da ordem. Ações compradas após essa data não serão consideradas como posição sob custódia pela Petrobras nesta sexta. No sentido contrário, ações vendidas após a segunda não alteram a posição acionária sob custódia do investidor, ao menos na primeira data de corte.

Na prática, a data estabelece o limite de subscrição proporcional de cada acionista na oferta, ou seja, a quantidade de novas ações que cada investidor terá direito de subscrever em relação à quantidade de papéis detida atualmente. Vale lembrar que os acionistas que tiverem ações ordinárias na primeira data de corte terão direito de subscrever 0,342822790 ação ordinária para cada papel detido na segunda data de corte. Já os detentores de ações preferenciais terão direito de subscrever 0,342822790 papel preferencial para cada ação do tipo detida na segunda data de corte.

O arredondamento será feito para o maior número inteiro de ações e será levada em conta a variação da posição em ações ON e PN entre as duas datas.

Segundo corte
A segunda data de corte ocorrerá em 17 de setembro. A variação da posição acionária de cada investidor entre as duas datas irá alterar proporcionalmente o Limite de Subscrição Proporcional. Assim, um investidor que tenha 1.000 ações preferenciais em custódia nesta sexta-feira e permanecer assim até o dia 17, terá direito de subscrever até 343 papéis PN da estatal na oferta. Caso a posição nesse tempo diminua em 50%, passando para 500 ações, o direito de subscrição é reduzido a 172 ações preferenciais.

Marcadores: , ,

Bookmark and Share

quinta-feira, setembro 09, 2010

Bom dia 09/09/10 - Bolsas reagem à decisão do Banco da Inglaterra

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta quinta-feira

No Brasil o IBGE divulga dois índices inflacionários: o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), utilizado oficialmente como índice de medição das metas inflacionárias, e o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) referentes a agosto. O Banco Central divulga a Ata do Comitê de Política Monetária da última reunião, na qual foi decidida a manutenção da taxa básica de juros da economia brasileira. Nos Estados Unidos o Departamento do Comércio divulga a Balança Comercial, com os volumes de importações e exportações no período de julho. O Departamento do Trabalho divulga os Pedidos de Seguro-Desemprego semanal. Sai também o tradicional Estoque de Petróleo semanal, com as reservas norte-americanas da commodity.

Bolsas reagem à decisão do Banco da Inglaterra

As principais bolsas européias reagem favoravelmente hoje pela manhã ao anúncio do Banco da Inglaterra de manter a taxa de juros básica da economia em seu menor nível histórico com o objetivo de sustentar o crescimento econômico da região. A instituição ainda manteve o plano de recompra de títulos em aproximadamente US$ 300 bilhões. Os setores bancário e de commodities, que vinham sofrendo perdas nos últimos dias, responderam bem ao anúncio. No Brasil o Banco Central divulga a ata da última reunião do Copom. Com a publicação é possível entender os motivos que levaram a autoridade monetária a manter a taxa de juros Selic em 10,75% ao ano e quais as perspectivas para o futuro próximo da política monetária.

Bookmark and Share

quarta-feira, setembro 08, 2010

Bom dia 08/09/10 - Depois do feriado: Prepare-se para o mercado hoje

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta quarta-feira

No Brasil a Fundação Getulio Vargas divulga o IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor - Semanal). Nos Estados Unidos o banco central publica o Livro Bege, relatório divulgado oito vezes por ano que reúne informações junto a economistas e analistas financeiros a respeito da situação econômica do país e o nível do Crédito ao Consumidor.

Depois do feriado: Prepare-se para o mercado hoje
As principais bolsas européias e futuros norte-americanos abrem em alta hoje pela manhã, após sofrerem perdas ontem, quando o mercado brasileiro não abriu, devido ao feriado do Dia da Independência. Ontem as atenções se voltaram novamente ao setor bancário europeu, depois de rumores dizendo que os bancos da região omitiram posições de seus balanços no teste de estresse realizado em agosto. Segundo notícias a exposição dos bancos a títulos da Grécia e Espanha era muito maior que o divulgado. Hoje pela manhã as ações do setor bancário europeu continuam a registrar perdas. Nos EUA hoje o mercado aguarda pela divulgação do Livro Bege hoje à tarde, publicado pelo FED, o qual analisa a situação econômica do país e que pode trazer maior instabilidade ao mercado acionário.

Bookmark and Share

sexta-feira, setembro 03, 2010

Bom dia 03/09/10 - EUA: Investidores ansiosos por indicador hoje

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta sexta-feira

Hoje o IBGE divulga o PIB (Produto Interno Bruto) do segundo trimestre no Brasil. Nos Estados Unidos o Departamento do Trabalho divulga a Média de Horas Trabalhadas em uma Semana, Taxa de Desemprego e Remuneração por Hora Trabalhada. O Instituto de Gerentes de Compras (ISM) divulga o seu Índice ISM de agosto, indicador que mede o nível de atividade da economia americana.

EUA: Investidores ansiosos por indicador hoje

Os principais índices futuros norte-americanos oscilam levemente entre alta e baixa agora pela manhã. Os investidores estão aguardando a divulgação às 09h30 (horário de Brasília) de indicadores relativos ao mercado de trabalho norte-americano. Analistas acreditam que o mercado de trabalho nos EUA arrefeceu em comparação aos meses anteriores. Os dados são importantes, pois mostrarão como anda a desaceleração da maior economia do mundo. No Brasil a Petrobras dará entrada hoje nos documentos do processo de emissão de ações na CVM. Dessa forma será possível saber qual o valor total da operação pretendida pela empresa e quanto cada investidor deverá levantar para não ter sua participação diluída na empresa.

Bookmark and Share

quarta-feira, setembro 01, 2010

Bom dia 01/03/10 - Bolsas sobem forte com novos dados

Notícias em destaque

Agenda do investidor para esta quarta-feira

A Fundação Getúlio Vargas divulga o Índice de Preços ao Consumidor - Semanal. O IPC-S é um dos índices inflacionários com menor defasagem entre a divulgação e a coleta de dados. O Ministério do Desenvolvimento divulga a Balança Comercial semanal. O Banco Central termina o segundo dia de reunião do COPOM (Comitê de Política Monetária) que definirá a taxa de juros básica do país. Nos Estados Unidos a ADP divulga o nível de emprego privado (excluindo os rurais) de agosto. O Instituto de Gerentes de Compras (ISM) divulga o seu Índice ISM de agosto, indicador que mede o nível de atividade da economia americana. O Departamento do Comércio divulga os Gastos com Construção em todos os níveis da economia: pública, privada, residencial e não residencial. O Departamento de Energia divulga o estoque semanal de petróleo.

Bolsas sobem forte com novos dados
Na Europa e nos Estados Unidos as principais bolsas e índices futuros abrem em forte alta hoje pela manhã após novos dados da economia chinesa animar os investidores. A indústria na China cresceu em agosto após resultados decepcionantes em julho. Analistas acreditam que o país esta gradualmente desacelerando sua economia, sem causar quebras no ambiente econômico interno. No cenário interno brasileiro hoje terminam as reuniões do Comitê de Política Monetária, o qual decide sobre a taxa de juros básica da economia. Analistas estão divididos, mas a maioria aposta em manutenção da taxa em 10,75% ao ano.

Bookmark and Share
Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.