Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

terça-feira, março 09, 2010

Pensando em entrar no IPO da OSX? Não se esqueça de antes ponderar os riscos

Por: Equipe InfoMoney
09/03/10 - 12h18
InfoMoney

SÃO PAULO - Nesta terça-feira começa o período de reservas das ações ofertadas no IPO da OSX. A terceira letra do nome denuncia: é a próxima abertura de capital dentro das empresas do grupo EBX.

Carregar o nome de Eike Batista em seu case de investimentos é uma grande responsabilidade. O IPO mais aguardado deste início de ano tem atraído a atenção dos investidores, que procuram se informar sobre as perspectivas da empresa para avaliar as chances de a OSX repetir o bom desempenho das demais empresas "X" que já estão na Bovespa.

Além de trazer detalhes sobre o negócio da empresa e seus últimos resultados financeiros, o prospecto do IPO apresenta também os fatores de risco, páginas que merecem grande atenção dos investidores que estão pensando em participar da oferta.

O primeiro e, talvez, mais crucial condicionante para os negócios da OSX seja a volatilidade dos preços de petróleo, que podem viabilizar ou não as explorações em águas profundas brasileiras. Como aponta a administração da empresa, "o nível de investimento depende em geral dos preços futuros do petróleo e gás natural, os quais são influenciados por diversos fatores que afetam o fornecimento e a demanda por petróleo e gás natural".

Preços mais baixos das commodities energéticas, ou estimativas acerca da redução dos preços, poderão fazer com que as empresas do segmento cancelem ou reduzam seus programas de perfuração, ou, ainda, reduzam seus níveis de investimento para as atividades, o que, por fim, geraria um efeito adverso para companhia.

Riscos setoriais
As recentes descobertas na região do pré-sal motivaram um grande debate nacional acerca do melhor modelo exploratório para o País, tendo sido levantados argumentos a favor de medidas de incentivo à indústria nacional. Um dos pilares de sustentação do negócio da OSX é a exigência de que aproximadamente 70% dos investimentos em bens de capital no segmento sejam contratados com prestadoras de serviços e produtores nacionais, porém, este lastro pode ruir caso o novo marco regulatório traga mudanças nesta regra, alerta a empresa.

Ainda dentro do âmbito legal, as atividades da empresa são sujeitas as leis ambientais vigentes no Brasil, que, conforme destaca a OSX, são muito rigorosas em relação à responsabilidade civil. De acordo com o código nacional, a companhia poderá responder como réu qualificado por crime ambiental, não importado se a infração é do tipo doloso ou não.

"Atualmente não enfrentamos concorrência direta. No entanto, estimamos a entrada de novos concorrentes (no mercado) em decorrência das recentes descobertas na área do pré-sal e devido aos incentivos governamentais para o desenvolvimento do setor", destaca também a companhia no prospecto de sua oferta.

Companhia
Aumentando o foco da análise e nos atentando somente à empresa, também existem riscos consideráveis que devem ser levados em conta pelo investidor. O primeiro deles é o fato de que a maior parte das receitas, no futuro previsível, será proveniente de um único cliente: a OGX (OGXP3). "Caso uma parte substancial de seus projetos não seja economicamente viável, a demanda da OGX por nossos serviços diminuirá e nosso negócio será afetado de maneira adversa", alerta a companhia.

Também não se pode esquecer que, na qualidade de uma empresa em formação, a OSX não possui histórico operacional, o que confere um caráter mais incerto as suas projeções. Empresas em seus estágios iniciais de desenvolvimento apresentam riscos de negócio consideráveis e poderão sofrer prejuízos significativos. "Podemos vir a enfrentar desafios e incertezas no planejamento financeiro devido à ausência de dados históricos disponíveis e às incertezas relativas à natureza, ao escopo e aos resultados das nossas atividades futuras".

Por fim, a administração da OSX revela que o tramite legal para a aquisição da área destinada à construção de seu estaleiro, peça-chave do seu plano de negócios, ainda não foi completamente completado, existindo o risco de que a negociação não se concretize.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.