Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

segunda-feira, fevereiro 22, 2010

Horário de verão reduziu até 4,7% a demanda por energia elétrica neste ano

Horário de verão reduziu até 4,7% a demanda por energia elétrica neste ano


Por: Evelin Ribeiro
19/02/10 - 18h11
InfoMoney

SÃO PAULO – A redução total da energia consumida nesta edição do horário de verão foi de 0,5%, segundo estimativa do Ministério de Minas e Energia (MME). No período, que se iniciou no dia 18 de outubro e se encerra a zero hora do dia 21 de fevereiro (de sábado para domingo), as regiões Sudeste e Centro-Oeste consumiram cerca de 560 GWh a menos e Sul teve queda de 226 GWh.

A previsão de redução na demanda para esta edição deve ficar em 4,5% nas regiões Sudeste e Centro-Oeste (1.900 MW) – o suficiente para abastecer uma cidade com 5 milhões de habitantes.

Ainda de acordo com o MME, no Sul, a diminuição na demanda é estimada em 4,7%, o que representa 575 MW – uma cidade de 1,5 milhão de habitantes.

Média

A redução média na demanda por energia no horário de “pico” do consumo – entre 18h e 21h – foi de 4,7% nos últimos dez anos.

A consolidação dos dados deste ano é divulgada algumas semanas após o término do horário de verão. Esta foi a 36ª vez que a medida foi implantada no país.

O horário de verão é adotado nesta época porque o calor faz aumentar o consumo de energia e também por causa do aumento na produção industrial às vésperas do Natal. A ideia é aproveitar a maior iluminação solar para reduzir o consumo de energia elétrica.

O forte
calor registrado no início de fevereiro levou a recordes no consumo de energia elétrica no Sistema Integrado Nacional, impulsionado principalmente pelas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul, que registraram temperaturas bem acima da média.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.