Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

sexta-feira, fevereiro 19, 2010

ETH e Brenco criam gigante brasileira de biocombustível

ETH e Brenco criam gigante brasileira de biocombustível

Atualizada às 16h08

Hermano Freitas
Direto de São Paulo

A ETH e a Brenco anunciaram nesta quinta-feira, em São Paulo, a fusão de suas operações. A nova empresa deve faturar R$ 4 bilhões em 2012 - ano em que é esperada a consolidação total da fusão. Até lá, as duas companhias têm planos de investirem R$ 3,5 bilhões.

Segundo a direção da nova companhia, a fusão criará uma empresa com capacidade de produzir 3 bilhões de litros de etanol ao ano, em 2012. A nova empresa terá nove unidades produtoras e deve pular dos atuais 7,6 mil funcionários (combinação do número de empregados das duas empresas ao final de 2009) para 10 mil em 2012.

A Cosan, que hoje é a maior produtora mundial de etanol a partir de cana, produziu na última safra cerca de 2,3 bilhões de litros do biocombustível.

A ETH, a exemplo da Brenco, tem uma estratégia fortemente baseada em etanol e geração de energia, enquanto a Cosan possui um mix mais equilibrado entre álcool e açúcar.

A nova companhia pretende produzir até 600 mil toneladas de açúcar, meta também para 2012. A produção do alimento ficará restrita às usinas de Alcídia, UCP e Eldorado. Segundo José Carlos Grubisich, presidente da ETH Bioenergia, o grupo produzirá entre 550 e 600 mil toneladas de açúcar por ano.

"O etanol é a energia que tem peso maior, que o Brasil e o mundo buscarão em um perfil de energia renovável. Enquanto as fontes fósseis tradicionais ficarão mais caras, as renováveis ficarão mais competitivas", afirmou Grubisich.

Além dos investimentos na modernização das usinas, contratação de funcionários e melhoramento na logística em geral, está prevista a construição de um alcoolduto. O investimento está estimado em R$ 1,7 bilhão. O duto ligará Alto Taquari, no Mato Grosso, ao porto de Santos.

A Brenco passou por dificuldades de caixa no ano passado e também chegou a negociar com a Petrobras. Em meio à redução de crédito no mercado, ela obteve um aporte do BNDESPar, que ficou com uma participação na empresa.

A fusão, que era negociada desde outubro, é mais um passo para a concentração do mercado de produtores de etanol no País. No começo do mês a Cosan anunciou parceria com a Shell que envolve a produção de biocombustível e a distribuição nos postos com bandeira da Shell e da Esso.

Com informações da Reuters.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.