Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

sexta-feira, janeiro 22, 2010

Diretores da Petrobras e da Geração Futuro pagarão multas

Diretores da Petrobras e da Geração Futuro pagarão multas

PanoramaBrasil

SÃO PAULO - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou ontem que em reunião do Colegiado aprovou as propostas de celebração de Termos de Compromisso apresentadas por executivos acusados nos Processos Administrativos Sancionadores.

A Geração Futuro Corretora de Valores e seu diretor responsável pela administração de carteira, na época, Edmundo Valadão Cardoso, e Geração Administração de Recursos apresentaram proposta de pagamento à CVM no valor total de R$ 225 mil, sendo R$ 75 mil para cada envolvido.

Eles foram acusados de publicarem no site da corretora a rentabilidade dos fundos Geração Futuro Programado Fundo de Investimento em Ações e Geração Fundo de Investimento em Ações sem todas as informações.

A CVM multou também Milton Luiz Milioni, que apresentou proposta no valor de R$ 75 mil. Ele foi acusado, na qualidade de diretor responsável pela administração de carteira da Geração Administração de Recursos S/C Ltda à época dos fatos, de publicar rentabilidade do Geração Fundo de Investimento em Ações sem informações adequadas.

Almir Guilherme Barbassa terá de pagar à CVM R$ 400 mil. Ele foi acusado, na qualidade de Diretor de Relações com Investidores da Petrobras, de não ter divulgado simultaneamente ao mercado as informações prestadas na apresentação feita à Apimec; não ter providenciado a divulgação de Fato Relevante por conta da possibilidade de aumento de capital; não ter divulgado os dados dos valores dos investimentos nas refinarias premium que serão instaladas no Maranhão e no Ceará; e de não ter divulgado Fato Relevante acerca da construção de uma nova refinaria.

O diretor de Abastecimento da Petrobras também foi multado em R$ 100 mil por não ter guardado sigilo acerca da informação da construção de uma nova refinaria. Por fim, Sandra Lima de Oliveira, gerente de Desenvolvimento de Novos Projetos do Abastecimento Corporativo da Petrobras, terá de pagar R$ 50 mil à CVM por não ter guardado sigilo sobre os valores que serem investidos na construção das mesmas refinarias premium a serem instaladas nos Estados do Ceará e Maranhão. Todos os processos foram finalizados pela CVM.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.