Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quarta-feira, novembro 18, 2009

Ibovespa não resiste a pessimismo com economia dos EUA e recua 1,32%

Ibovespa não resiste a pessimismo com economia dos EUA e recua 1,32%

Por: Equipe InfoMoney
18/11/09 - 18h32
InfoMoney

SÃO PAULO - A decepção dos investidores com indicadores dos EUA apagou os ganhos conseguidos durante a manhã desta quarta-feira (18), e trouxe uma sessão negativa aos principais índices de renda variável.

O Ibovespa, que tentou resistir baseado na boa sessão das commodities, acabou cedendo à tendência e fechou com baixa de 1,32%, a 66.515 pontos. O volume financeiro totalizou R$ 6,40 bilhões.

Noticiário
Durante a manhã, o mercado se apoiou no plano corporativo. Rumores de aquisição da Cadbury pela Hershey e Ferrero, além de bons resultados operacionais mensais divulgados pela Toyota, impulsionaram os ganhos no início da sessão.

Durante a tarde - enquanto o mercado já digeria os indicadores dos EUA - o Secretário do Tesouro norte-americano, Timothy Geithner, pediu aos bancos que emprestem mais às pequenas empresas e consumidores, que ainda enfrentam situação "muito desafiadora" frente às condições de crédito e o crescente desemprego.

Bolsa
Liderando os ganhos do Ibovespa nesta quarta-feira aparecem as ações de Pão de Açúcar, Rossi Residencial e Souza Cruz. Os papéis da TAM também avançaram na sessão, após a GOL anunciar que está aumentando o valor de suas passagens pela primeira vez em um ano, acompanhando a tendência de recuperação da economia. As ações da GOL, contudo, encerraram o dia em queda.

Por outro lado, os ativos da Redecard estão entre as maiores perdas da sessão, pressionados pelo anúncio do Santander de que está em negociação para desenvolver serviços de cartão de crédito e débito. As ações da Cielo (novo nome da VisaNet) também caíram forte no pregão.

Além disso, os papéis da Klabin encerraram a sessão com forte baixa. Os ativos da Vale também tiveram forte recuo no Ibovespa, pressionando o desempenho do índice.

As maiores baixas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1 Links
KLBN4 Klabin PN 4,58 -5,76 +43,69 15,01M
RDCD3 Redecard ON 27,00 -4,09 +11,89 101,83M
PRGA3 BRF Foods ON 41,00 -3,53 +37,86 120,22M
BBAS3 Brasil ON 30,90 -3,13 +124,31 84,83M
LAME4 Lojas Americanas PN 13,34 -3,12 +113,57 36,17M

As maiores altas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1 Links
CRUZ3 Souza Cruz ON 65,85 +1,78 +63,23 15,24M
TAMM4 TAM PN N2 28,95 +1,61 +51,65 28,67M
RSID3 Rossi Resid ON 13,40 +1,52 +261,58 55,54M
PCAR5 Pao de Açucar PNA 55,28 +1,26 +80,39 42,67M
CPLE6 Copel PNB 34,00 +1,07 +50,10 14,63M

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram :

Código Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg
PETR4 Petrobras PN 38,20 -0,52 791,46M 678,61M 22.806
VALE5 Vale PNA 42,30 -2,31 618,87M 843,36M 15.115
PETR3 Petrobras ON 43,78 -0,84 209,91M 139,38M 7.186
GGBR4 Gerdau PN 28,04 -1,27 174,90M 184,67M 10.642
BVMF3 BMFBovespa ON 11,90 -3,09 165,05M 264,88M 11.258
VALE3 Vale ON 48,56 -1,72 155,28M 187,51M 4.086
ITUB4 Itau Unibanco PN 38,00 -1,25 146,65M 221,25M 5.832
BBDC4 Bradesco PN 36,04 -0,99 134,19M 169,65M 5.365
PRGA3 BRF Foods ON 41,00 -3,53 120,22M 64,53M 5.181
CSNA3 Sid Nacional ON 60,02 -1,48 119,54M 125,72M 5.769

* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil M - Milhão B - Bilhão)

Agenda
Mostrando-se debilitado, o setor imobiliário dos Estados Unidos trouxe dados decepcionantes ao mercado. Enquanto o Housing Starts revelou que o número de casas a serem construídas diminuiu na passagem de setembro para outubro, o Building Permits reportou um total de autorizações para a construção de novos imóveis inferior ao esperado pelos analistas.

Ainda na principal economia do mundo, os índices de preço também decepcionaram. Tanto o CPI (Consumer Price Index) quanto o Core CPI mostraram altas maiores do que era previsto, aumentando os temores acerca de um cenário de inflação.

Dólar
Em sessão de forte instabilidade nos mercados, o dólar comercial se sustentou no campo negativo durante boa parte do dia. Contudo, a moeda começou a dar sinais de recuperação - principalmente após a nova compra de dólares do Bacen -, contribuindo para que fechasse esta quarta-feira em alta pelo segundo dia seguido, cotada na venda a R$ 1,720 - valorização de 0,17%.

Em relação a essas intervenções, a autoridade monetária ainda informou que, durante os primeiros nove dias úteis de novembro, US$ 1,347 bilhão foram adquiridos no mercado à vista, aumentando o volume captado desde maio deste ano, quando o BC deu início ao ciclo de compras, para US$ 22,348 bilhões.

O Bacen ainda trouxe a público os números do fluxo cambial, que nos primeiros 9 dias úteis de novembro ficou positivo em US$ 720 milhões, aumentando o superávit acumulado em 2009 para US$ 23,576 bilhões.

Marcadores:

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.