Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quarta-feira, novembro 18, 2009

Câmara aprova criação da Petrosal; pontos polêmicos ainda serão votados

Câmara aprova criação da Petrosal; pontos polêmicos ainda serão votados
Piero Locatelli
Do UOL Notícias Em Brasília

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira (18) a criação de uma nova estatal, a Petrosal. A empresa deve gerenciar os contratos de exploração e produção de petróleo e gás na camada pré-sal. Foram 250 votos a favor e 67 contra. Os partidos que fecharam questão contra o projeto foram DEM, PSOL e PSDB.

A Câmara ainda vai votar os pontos mais polêmicos do projeto da Petrosal. A oposição tentará mudar a forma de indicação do chefe da nova estatal. Na forma como se encontra o projeto, o presidente da Petrosal seria indicado diretamente pelo presidente da República e não deve ser sabatinado pelo Congresso. A oposição quer obrigar o indicado a passar pelo crivo do Legislativo.

Outra proposta que ainda será votada determina em lei o número de servidores da empresa -e não por estatuto, como previsto no projeto original.

O relator do projeto, deputado Luiz Fernando Faria (PP-MG), manteve a maior parte do projeto original enviado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o relatório do deputado, a nova empresa deverá ter uma "estrutura enxuta" e abrigar "entre 100 e 120 funcionários". Já as decisões da diretoria executiva deverão ser aprovadas por maioria absoluta de três quintos dos integrantes. A Petrosal deverá divulgar relatório de seu balanço fiscal anualmente pela internet.

Além disso, o projeto prevê a definição de um mandato de quatro anos para os integrantes dos conselhos fiscal e de administração da Petrosal.

Depois de votadas as emendas, o projeto segue para o Senado Federal.

Câmara terá de votar mais 3 projetos do pré-sal
O projeto que cria a Petrosal foi o primeiro a ser votado dos quatro enviados pelo Executivo no último dia 2 de setembro.

O governo pretende votar nas próximas quatro semanas os outros três projetos, considerados mais polêmicos. Eles tratam da capitalização da Petrobras, da criação do Fundo Social e do modelo de partilha do pré-sal.

Os quatro projetos formam o chamado marco regulatório da exploração na camada pré-sal -que se estende dos Estados do Espírito Santo até Santa Catarina.

(Com informações da Agência Câmara)

Marcadores: ,

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.