Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

segunda-feira, novembro 16, 2009

Ação da Brasil Foods cai forte com margens em queda

Analistas esperam período difícil para a companhia no cenário de curto prazo

13.11.2009 15h18

O mercado reagiu mal aos resultados da Brasil Foods referentes ao terceiro trimestre do ano, divulgado na quinta-feira (12/11). Às 13h51, as ações da companhia (PRGA3) operavam em forte queda, de 3,61%, negociadas a 42,40 reais. Um dos pontos negativos ressaltados foi o recuo de 0,4 pontos percentuais na margem bruta da empresa, em função do menor volume vendido e da apreciação do real frente ao dólar.

Segundo os analistas da Brascan Corretora, o resultado da companhia ficou abaixo das estimativas e do consenso do mercado. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ficou 21% abaixo da expectativa da corretora, atingindo 291 milhões de reais (13% menor que no terceiro trimestre de 208). Com isso, a margem EBITDA alcançou somente 5,5%, pressionada principalmente pelas difíceis condições do mercado de exportação.

A Brasil Foods registrou ainda queda de 4,6% na receita líquida em comparação com os números do terceiro trimestre do ano passado. Segundo os analistas da Brascan, a empresa foi afetada principalmente pelo fraco desempenho do mercado externo em função da apreciação cambial e da menor demanda dos principais mercados importadores. As exportações no terceiro trimestre de 2009 caíram 18,8% em receita e 12,6% em volume na comparação com o mesmo período no ano passado.

Os analistas ressaltam que a contínua valorização do real dificulta o crescimento da rentabilidade das exportações da companhia, que devem apresentar uma recuperação mais lenta do que a esperada pelo mercado. Sendo assim, o cenário de curto prazo ainda deve ser difícil para a Brasil Foods.

No entanto, a corretora projeta grandes ganhos de sinergias para a empresa, como resultado da união entre Sadia e Perdigão. Os benefícios, de acordo com os analistas, devem ser capturados já a partir do próximo ano. Assim, a Brascan mantém sua recomendação para os papéis da Brasil Foods e estabeleceram preço-alvo de 58,60 reais por ação.

Marcadores: , ,

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.