Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

segunda-feira, junho 01, 2009

O adeus ao Mr. Brazil



O adeus ao Mr. Brazil


Morto tragicamente na Bahia, o empresário Roger Wright foi pioneiro na
venda de ações brasileiras no Exterior e deixa legião de amigos

LEONARDO ATTUCH






MARINA MALHEIROS/

WRIGHT: ele se foi com toda a família



NO INÍCIO DOS ANOS 90, com o Brasil ainda mergulhado na hiperinflação, um
simpático inglês, criado pelos tios no Rio Grande do Sul, costumava pegar
sua malinha e viajar para Londres e Nova York quase todas as semanas. Roger
Wright, um dos primeiros sócios do Banco Garantia, tentava convencer
investidores a comprar papéis de companhias brasileiras, quando os
empresários mal conheciam o significado do termo ADR - os recibos de ações
negociados no mercado americano. Persistente, Roger logo ganhou um apelido
no circuito internacional da chamada haute finance: o de "Mr. Brazil".


Com o Plano Real e a estabilização da economia, que atraiu bilhões em
capitais estrangeiros para o País, Roger passou a ser cada vez mais ouvido
e dezenas de empresas nacionais, começando pela Aracruz Celulose, emitiram
seus ADRs.


O Garantia assessorou várias dessas operações e Roger fez fortuna. Fanático
por futebol, ele construiu uma mansão no bairro do Morumbi e promoveu
animadas peladas com amigos e colegas do mercado, até ser marcado por uma
tragédia: a morte da esposa, Cecília Wright, mãe de seus dois filhos e
herdeira da Adubos Trevo, no acidente com o Fokker 100 da TAM, em 1996.
Depois disso, Roger caiu em depressão, se afastou do Garantia e voltou ao
mercado em 2001, ao criar a gestora de fundos BPW, com as iniciais dos três
sócios fundadores: Bassini, Playfair e Wright. Um ano depois, ele desenhou
uma operação de compra da Embratel pelas três operadoras fixas do País:
Telefônica, Oi e Brasil Telecom.


A Embratel acabou sendo vendida para a Telmex, do bilionário Carlos Slim,
mas Roger se firmou como um interlocutor querido por todas as partes. A tal
ponto que o próprio Slim confiou a ele parte da gestão de sua fortuna e os
dois passaram a se encontrar com frequência para tratar de oportunidades no
Brasil e em outros países. Roger também ficou próximo dos então
controladores das operadoras telefônicas. Em 2005, quando o Citibank
destituiu o Opportunity da gestão do fundo CVC, Roger foi a primeira pessoa
a ser convidada para o posto, mas disse não em função da amizade com o
banqueiro Daniel Dantas. Após a BPW, Roger criou a Arsenal Investimentos,
batizada em homenagem ao time de futebol do seu coração, com outros sócios
egressos do Garantia. A empresa, além de atuar em fusões e reestruturações
de empresas, como a do Frigorífico Independência, tem mais de R$ 3 bilhões
sob sua gestão.


Anos depois, um novo desastre marcaria sua vida. Em 2007, ele compareceu a
uma reunião de trabalho em Porto Alegre, acompanhado da assessora Simone
Westrupp. Na volta a São Paulo, com o voo lotado, Roger cedeu a ela o
bilhete e tomou outro avião. Ao descer em São Paulo, soube que Simone havia
morrido com o choque do Airbus. Depois disso, ele deixou o conselho de
administração da TAM, do qual fazia parte. Mas, apesar das duas tragédias,
nunca deixou de voar e comprou seu King Air logo após adquirir uma mansão
no condomínio Terravista, um dos mais luxuosos do País, em Trancoso, no
litoral sul da Bahia.


Na segunda-feira 25, ele comemoraria seu aniversário com toda a família: a
segunda mulher, Lucila, os dois filhos do primeiro casamento e os netos.
Todos morreram, num acidente que representa uma tragédia para outras
famílias da elite econômica. José Luiz Alquéres, presidente da Light,
perdeu a filha, casada com um filho de Roger, e um neto. Noberto Pinheiro,
dono do banco Pine, também perdeu uma neta no voo.


Estima-se que Roger esteja deixando uma fortuna de US$ 500 milhões. Ele tem
um meio-irmão por parte da mãe, com quem não mantinha relações, e três
meio-irmãos por parte do pai. O trabalho de "vender o Brasil", que ele
começou há duas décadas, rendeu frutos. Só neste mês, US$ 2 bilhões em
recursos externos entraram na Bovespa.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.