Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quinta-feira, junho 25, 2009

Interesse de estrangeiros em IPO da VisaNet já afeta câmbio, dizem analistas

Qui, 25 Jun, 12h53
SÃO PAULO - Tamanha é a expectativa - e o tamanho - da operação de abertura do capital da VisaNet, que seus impactos não ficam restritos ao mercado acionário. De acordo com analistas, o fluxo estrangeiro decorrente da operação deverá contribuir para a valorização do real e arrefecer o impacto de notícias negativas do exterior.

O montante de recursos que entrará no Brasil por conta do IPO (Oferta Pública Inicial) da Visanet poderá atingir os US$ 3 bilhões, invertendo o saldo do fluxo estrangeiro em direção à Bovespa no mês - até o momento, negativo em cerca de US$ 2,1 bilhões.

Inundação
Mesmo com a estagnação dos mercados internacionais nas últimas semanas, a moeda brasileira registra apreciação de aproximadamente 2,5% frente ao dólar em 30 dias.
De acordo com Sidnei Nehme, da NGO Corretora de Câmbio, o mercado atualmente já é influenciado pela antecipação de alguns movimentos, uma vez que "os bancos agem no sentido de deprimir o preço do dólar, preparando-se para aquele expressivo montante como oferta, evitando assim o risco de absorvê-lo num piso mais alto".
Resta a dúvida sobre como a autoridade monetária brasileira administrará o movimento - absorverá todo o fluxo positivo ou se deixará boa parte na mão dos bancos? Qualquer atitude diferente da atual por parte do Banco Central, seria descabida, avalia a NGO.
De acordo com os analistas, isto decorre da ausência de movimentos especulativos relacionados ao atual movimento. " Há transparência sobre a razão atual", afirma Nehme, que defende a manutenção da estratégia de compra dos excedentes do fluxo diário.

Mercados acionários
Sempre ressaltados por analistas, os investimentos estrangeiros em ações respondem por boa parte da recuperação do mercado acionário brasileiro nos últimos meses. Todavia, o ajuste sofrido pelo mercado doméstico nas últimas semanas ainda seria insuficiente para justificar o retorno dos investimentos externos, avalia a NGO, forçando a paralisia das últimas semanas.
Neste cenário, o fôlego é renovado pela VisaNet. "As movimentações com os IPOs na Bovespa, com a expectativa de ingressos estrangeiros, devem atenuar parte dos eventuais impactos negativos e reforçar os positivos sobre os preços dos ativos brasileiros", afirmou Miriam Tavares, diretora de câmbio da AGK Corretora.
Como ainda existe um hiato entre o preço dos ativos e o cenário econômico apontado pelos indicadores atuais, o "ambiente fica mais propício para novos IPOs", diz a NGO, embora com a ressalva de que os negócios não podem estar desprovidos de bons fundamentos. No atual cenário, Sidnei Nehme acredita que o Brasil ainda é uma ótima opção para estrangeiros.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.