Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

segunda-feira, março 09, 2009

Governo do Reino Unido estatiza o Lloyds Bank

O governo britânico anunciou neste sábado que garantirá 260 bilhões de
libras (cerca de US$ 366 bilhões) em ativos podres (papéis com alto risco
de calote) do Lloyds Banking Group (LBG), o grupo resultante da fusão dos
bancos HBOS e Lloyds TSB. O banco é o terceiro maior do país.

Os chamado papéis tóxicos ou podres dos bancos são considerados
responsáveis pela paralisia persistente do crédito. Tratam-se de créditos
problemáticos emitidos no passado a maus pagadores ou em circunstâncias com
poucas exigências, cujo pagamento, hoje em dia, são difíceis de ocorrer.

Em contrapartida à garantia, o governo do Reino Unido aumentará sua
participação no capital do LBG de 43% a 65% --77%, se forem contadas as
ações preferenciais (sem direito a voto)--, e o LBG se compromete em
aumentar em 28 bilhões de libras (US$ 39,496 bilhões) os créditos a pessoas
físicas e jurídicas nos próximos dois anos.

Para participar do acordo, o Lloyds pagará uma taxa de 15,6 bilhões de
libras e assumirá a "primeira perda" de 25 bilhões de libras em ativos.
Depois disso, o governo assumirá 90% de qualquer perda no valor dos ativos.

Segundo Eric Daniels, presidente-executivo do Lloyds, o acordo "reduz
substancialmente" o portfólio de riscos do banco. O ministro do Tesouro,
Stephen Timms, por sua vez, afirmou em entrevista a uma rádio local que o
banco terá mais segurança para operar. "No futuro, o Lloyds será um banco
forte e bem-sucedido", disse Timms.

Na semana passada, foi o Royal Bank of Scotland (RBS) que colocou sob
proteção do governo ativos tóxicos no valor de 325 bilhões de libras (364
bilhões de euros).

O Lloyds se viu obrigado a buscar ajuda estatal como consequência de sua
fusão com o Halifax Bank of Scotland (HBOS), que recentemente informou
prejuízo próximo a 11 bilhões de libras (cerca de 12,25 bilhões de euros).

Em uma operação apoiada pelo governo, o Lloyds havia adquirido em janeiro
passado o HBOS, na busca por evitar a falência desse grupo bancário.

Em 19 de fevereiro, o governo Gordon Brown anunciou o início do Programa de
Proteção de Ativos, a fim de garantir os investimentos e dívidas tóxicas
dos bancos para que possam retomar os níveis normais de concessão de
créditos.

Ao recorrer ao plano, as entidades devem informar ao Estado sobre quanto
esperam perder por culpa de seus ativos tóxicos, e o Tesouro pode assegurar
até 90% dos prejuízos adicionais previstos.

Marcadores:

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.