Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quinta-feira, julho 10, 2008

CADE APROVA A FUSãO DAS BOLSAS

CADE APROVA A FUSãO DAS BOLSAS

A união dos acionistas da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) com a Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) foi aprovada, ontem, pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) por unanimidade. Os conselheiros do órgão de defesa da concorrência concluíram que a criação da Nova Bolsa não trará qualquer risco à competição no mercado financeiro. O relator do processo, conselheiro Ricardo Cueva, afirmou que as bolsas atuam em mercados distintos. "De nenhum dos itens de serviços prestados aos seus respectivos clientes emerge qualquer coincidência entre os mercados de atuação das empresas", constatou. A BM&F foca a sua atuação nos mercados de negociação e liquidação de contratos de derivativos. Ela permite aos clientes a realização de operações de hedge (proteção contra eventuais riscos no mercado financeiro), arbitragem de preços entre mercados, diversificação e alocação de investimentos, além de alavancagem de posições. A Bovespa realiza operações de títulos e valores mobiliários, especialmente ações e debêntures. O Cade resumiu essas operações em: negociação; compensação e liquidação; empréstimos de títulos e valores mobiliários; depósito, custódia e atividades afins; listagem; comercialização de cotações e informações de mercado; licenciamento de software e índices de ações. "Não somente os tipos de ativos negociados em cada bolsa distinguem-se claramente, senão também as regras incidentes sobre esses diferentes objetos negociados", afirmou o relator do processo, "bem como o perfil dos investidores, o que obriga à conclusão de que, de fato, são, em tudo, mercados distintos". Para a advogada Bárbara Rosenberg, do escritório Barbosa, Müssnich e Aragão, que atuou no caso, o Cade compreendeu que existe um movimento de consolidação de bolsas de valores em todo o mundo. "Hoje, uma bolsa acompanha as atividades da outra com a maior rapidez", disse Bárbara. "É um movimento global de consolidação das bolsas que, hoje, se tornam cada vez mais competitivas", completou. A união das bolsas brasileiras foi anunciada no fim de março. A operação, criou a terceira maior bolsa de valores do mundo. A Bolsa de Valores de São Paulo está estimada em R$ 18,5 bilhões, ao passo que a BM&F tem valor de R$ 16,7 bilhões. Juntas, portanto, somam mais de R$ 35 bilhões, o equivalente a aproximadamente US$ 20 bilhões. Nessa conta, a Nova Bolsa só ficou atrás da Bolsa de Chicago, nos Estados Unidos, e da Deutsche Borse da Alemanha.

(Valor Econômico - 10.07.2008)


Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.