Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quarta-feira, maio 07, 2008

Abertura de Mercado em 07/05/2008

ABERTURA: INFLAÇÃO IMPÕE CAUTELA; MERCADO ATENTO À REUNIÃO DE LULA

São Paulo, 7 - Muita atenção será dirigida pelo mercado financeiro à reunião que o presidente Lula
comanda da sua Coordenação Política, hoje de manhã, que deve discutir os impactos do investment
grade brasileiro, entre eles, a pressão que a entrada de mais recursos externos deve exercer sobre o real
e as contas externas. Talvez nenhuma medida seja anunciada hoje, mas a imprensa tem trazido em
destaque algumas das várias ações pretendidas governo, como a aceleração da criação do fundo
soberano (que está na reta final), a criação de uma subsidiária do BNDES no exterior e um pacote de
estímulo às exportações, que deve ser anunciado junto com a política industrial, no próximo dia 12. Já
existem polêmicas em relação a várias delas, e mais ainda sobre eventual elevação do IOF para
investidores estrangeiros em renda fixa, que, aparentemente, não sai agora e só deve ser posta em
prática em caso de real necessidade. Naturalmente, o mercado cultivará expectativas sobre o resultado
da reunião de hoje. No campo da inflação, o IGP-DI de abril superou o teto das previsões, subindo 1,12%,
e tornando-se mais um elemento nas preocupações do mercado de juros com as pressões inflacionárias.
E, lá fora, as preocupações não são diferentes.

Petróleo cede, inflação preocupa - No exterior, após ir a um novo território nunca antes explorado e bater
o recorde de US$ 122,73 ontem, na Nymex eletrônica, o petróleo WTI cede 0,39%, a US$ 121,46 por
barril, com realização de lucros. Mas a queda deve ser limitada até que o mercado tenha em mãos os
relatórios de estoques do petróleo e derivados na semana passada nos EUA, às 11h30. Com o
desempenho dessa commodity de pano de fundo, as preocupações sobre a inflação dão o mote para
perdas marginais nos futuros de Nova York, enquanto balanços positivos garantem o pilar para que as
bolsas européias se descolem e caminhem em alta nesta manhã. Em relação à inflação, os investidores
acionaram a defensiva, após os comentários do presidente do Fed de Kansas City, Thomas Hoenig, que
disse ontem que as pressões inflacionárias crescentes são problemáticas e sérias. Segundo Hoenig,
membro votante do Fomc, a inflação está agora em níveis elevados inaceitáveis. Com as declarações
indicando que o Fed deve ficar estático em relação aos juros nos EUA, o dólar sobe 0,60%, a 105,36
ienes, enquanto o euro cede 0,48%, a US$ 1,5433.

Produtividade e vendas pendentes de imóveis nos EUA - Entre os indicadores que deverão ser
divulgados nesta quarta-feira nos EUA, os destaques são os dados preliminares da produtividade e do
custo da mão-de-obra no primeiro trimestre, às 9h30, e as vendas pendentes de imóveis residenciais em
março, com divulgação às 11h pela Associação Nacional dos Corretores de Imóveis (NAR). Para o nível
dos estoques de petróleo e derivados na semana passada, os analistas projetam aumento de 1,4
milhões de barris nos estoques do produto bruto e um recuo de 400 mil nos níveis da gasolina.

FGV: IGP-DI de abril fica em +1,12% ante +0,70% em março - O resultado superou o teto das projeções
de economistas ouvidos pelo AE Projeções, que calculavam variação de 0,67% a 0,98%, com mediana
de 0,81%. Às 11 horas, a FGV concede coletiva de imprensa, em sua sede no Rio.

CSN: Lucro líquido cresceu 0,6% no 1º trimestre, para R$ 767 milhões - O resultado veio melhor do que o
esperado pelos analistas ouvidos pela AE, que projetavam lucro de R$ 702 milhões em relação ao
mesmo período do ano passado. O lucro da CSN foi beneficiado por ganhos não recorrentes de R$ 255
milhões provenientes da transação envolvendo oferta pela totalidade das ações de emissão da Corus, na
Inglaterra. A receita líquida da CSN nos três meses até março somou R$ 3,030 bilhões, valor recorde e
que representa crescimento de 22%. O Ebitda ficou em R$ 1,283 bilhão de janeiro a março, aumento de
26,4%.

Lucro da Embraer aumentou 8,4% no trimestre - A companhia teve lucro líquido de R$ 63,4 milhões no
primeiro trimestre em relação ao registrado em igual período do ano passado. A receita líquida de janeiro
a março deste ano totalizou R$ 2,314 bilhões, ante R$ 1,753 bilhão. O lucro bruto caiu para R$ 309,2
milhões, contra R$ 336,3 milhões em igual intervalo de 2007.

Pão de Açúcar lucrou R$ 36,147 milhões, alta de 0,5% no trimestre - O resultado veio abaixo do
projetado pelos analistas ouvidos pela AE, que era R$ 71,4 milhões no primeiro trimestre, 98,3% acima
do apresentado no mesmo período de 2007. As vendas líquidas do Pão de Açúcar cresceram 20,2% na
mesma base de comparação, para R$ 4,244 bilhões nos três primeiros meses de 2008. O lucro bruto
subiu 13,3%, para R$ 1,112 bilhão. O Ebitda ficou em R$ 277,754 milhões, contra R$ 234,267 milhões
em igual período de 2007.

Lula deve avaliar conseqüências do investment grade em reunião de coordenação política a partir das
11h30 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva comanda, a partir das 11h30, reunião com os ministros do
chamado Grupo de Coordenação Política, entre os quais o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Os
impactos de curto, médio e longo prazos da reclassificação brasileira para investment grade pela
agência Standard & Poor's - inclusive aqueles relacionados diretamente ao câmbio - devem estar na
pauta desta reunião, que poderá discutir alternativas de ação para o governo em caso de excessiva
apreciação do real. A criação do fundo soberano e medidas de estímulo às exportações são algumas
medidas em análise, conforme noticiado nos últimos dias. Antes desta reunião, às 9 horas, Lula recebe o
ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e o ex-presidente da Eletronuclear, Flávio Decat de Moura.
Decar é indicado para a diretoria que será criada na Eletrobrás com o encargo de distribuir energia
produzida pelas sete distribuidoras federalizadas.

BC divulga fluxo cambial de abril às 12h30 - Os números serão divulgados a partir das 12h30 na página
do BC na internet. Até o dia 24, o fluxo cambial no mês estava positivo em US$ 4,934 bilhões.

Dilma fala às 10 horas em audiência pública no Senado - A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff,
comparece, às 10 horas, a uma audiência pública na Comissão de Infra-Estrutura, no Senado, que a
convocou para falar sobre o andamento das obras do PAC e da construção da usina de Belo Monte (PA).
Oposicionistas querem questionar a ministra também a respeito do dossiê sobre gastos do
ex-presidente Fernando Henrique Cardoso com cartões corporativos. Dilma declarou ontem que falará
sobre qualquer assunto.

Tesouro faz leilão de troca de LTN e LFT - O Tesouro Nacional realiza leilões de troca de LTN e de LFT.
No leilão de LTN, a oferta é de 1,5 milhão para o vencimento de 1/4/2009 e de 1,5 milhão para 1/7/2009.
Em contrapartida, aceitará LTN com vencimento em 1/7/2008, cujo preço será divulgado por volta de
12h30. No leilão de LFT, a oferta é de até 1 milhão de títulos a serem distribuídos nos vencimentos de
7/9/2012 e 7/9/2014. Em contrapartida, o Tesouro aceitará ao par LFT para 21/5/2008 e 18/6/2008. O
leilão será realizado entre 12 horas e 13 horas, com resultados a partir de 14h30. A liquidação das
operações será em 9 de maio.

Dieese divulga às 11 horas custo de vida de abril - O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos
Sócio-Econômicos (Dieese) divulga, às 11 horas, o Índice do Custo de Vida (ICV) para o município de
São Paulo, relativo a abril.

Augustin discute às 9 horas orçamento em comissão na Câmara - O secretário do Tesouro Nacional,
Arno Augustin, vai à Comissão de Finanças e Tributação, na Câmara, para reunião mensal de discussão
e análise da execução orçamentária, a partir das 9 horas. Augustin avalia com os parlamentares da
comissão também o desempenho das transferências constitucionais dos fundos de participação dos
Estados, Distrito Federal e municípios.

Appy participa às 10 horas de seminário sobre reforma tributária na Câmara - O secretário de Política
Econômica, Bernard Appy, participa, às 10 horas, do seminário A Reforma Tributária no
Desenvolvimento Econômico Brasileiro, na Câmara dos Deputados.

Braskem, Marisa e Energia dos Brasil divulgam balanços - Serão divulgados hoje os balanços de
Braskem, Marisa, Energias do Brasil, Medial Saúde, Bic Banco, Providência, CCDI (Camargo Corrêa),
Cia Hering, Fras-le entre outras.

Ministro dos Transportes fala na Câmara sobre metas para 2008 - O ministro dos Transportes, Alfredo
Nascimento, confirmou que estará às 10 horas na Comissão de Viação e Transportes, na Câmara, para
falar das metas do governo no setor para 2008.

Cade deve julgar acordo entre Vale e coreana Dongkuk Mill - O Cade deve julgar hoje casos como o
acordo entre a Vale e a siderúrgica coreana Dongkuk Mill, assinado em novembro do ano passado, que
prevê a construção de uma usina siderúrgica no distrito industrial de Pecém, no Ceará. Está na pauta do
conselho também a compra da Varig pela Gol anunciada há exatamente um ano atrás.

Inflação aguça cautela em NY

Futuros de NY em baixa - Às 7h50 (de Brasília), o S&P 500 cedia 0,11% e o Nasdaq 100 futuro, 0,21%,
refletindo os comentários sobre inflação de Hoenig. Ontem, a Cisco Systems informou que seu lucro
líquido no terceiro trimestre fiscal caiu para US$ 1,77 bilhão, ou US$ 0,29 por ação, de lucro líquido de
US$ 1,87 bilhão, ou US$ 0,30 por ação, em igual período do ano passado. A receita subiu para US$ 9,79
bilhões, de US$ 8,87 bilhões. O lucro ajustado foi de US$ 0,38 por ação. Os analistas esperavam que a
Cisco apresentasse lucro de US$ 0,36 por ação e receita de US$ 9,74 bilhões. As ações da empresa
subiam 1,10% no pré-mercado. A Disney subia 3%, em frankfurt, após seu lucro crescer 21% no segundo
trimestre.

Clinton liderava com margem estreita em Indiana - Projeções indicavam que a senadora Hillary Clinton
deve sair vitoriosa na primária em Indiana, segundo a Associated Press. Na seqüência, a CNN e a Fox
News deram a mesma informação. Clinton, que foi derrotada por Barack Obama ontem nas primárias da
Carolina do Norte. Com 99% dos recintos computados, Clinton tinha 51% e Obama, 49% em Indiana.

Balanços animam a Europa - Com os lucros da Lafarge, Deutsche Boerse e British American Tobacco
superando as expectativas, os mercados acionários europeus trilham um caminho positivo. Em Londres,
o FTSE-100 subia 0,65%; o CAC-40, de Paris, 0,71% e o DAX, de Frankfurt, 0,86%. As ações da
Lafarge eram negociadas em alta de 5,3%, após a fabricante francesa de materiais de construção
anunciar crescimento de 49% do lucro no primeiro trimestre, com a demanda dos mercados emergentes
por cimento, agregados e concreto compensando o esfriamento nos EUA e Espanha.

Notícias negativas sobre a economia do Reino Unido - Com a indecisão marcando os dias que
antecedem a reunião do Banco da Inglaterra, os dados que estão sendo divulgados no Reino Unido
continuam apontando para um cenário nebuloso. A produção de manufaturas caiu 0,5% em março, ante
fevereiro, e 0,6%, ante março de 2007, contrariando as previsões de estabilidade no comparativo na
margem e alta de 1,2% em termos anuais. Sob efeito do dado, a libra esterlina cedia 0,62%, a US$
1,9573.

Tóquio sobe após feriados - Ajudado pelas ações de montadoras de automóveis e de empresas
financeiras, o Nikkei, da Bolsa de Tóquio, subiu 0,4%, no primeiro pregão da semana após os feriados
na Segunda e terça-feiras. Na China, o Xangai Composto cedeu 4,1%, com preocupações sobre uma
potencial alta da inflação desencadear novo aperto monetário. O CPI de abril está agendado para
segunda-feira.

Petróleo além de US$ 120 pela 1ª vez ontem levou Bolsa a recorde

Petrobras e alta de metais ajudaram no impulso positivo - O fechamento do petróleo acima de US$ 120 o
barril ontem, pela primeira vez na história em Londres e Nova York, combinado com notícias favoráveis
da Petrobras e a alta de alguns metais, garantiu a recuperação e o fechamento da Bovespa em nova
pontuação inédita, de 70.195,3 pontos (+0,03%). O volume financeiro totalizou R$ 6,881 bilhões. A
melhora dos índices acionários norte-americanos à tarde, amparada pelos papéis de tecnologia e
financeiro, também favoreceu a inversão de sinal do mercado paulista, que chegou a realizar lucros
durante o dia, após quase 10% de ganhos acumulados nas três sessões posteriores à conquista do
investment grade pelo Brasil. Em Nova York, o índice Dow Jones avançou 0,40%, para 13.020,83 pontos.
O Nasdaq subiu 0,78%, a 2.483,31 pontos. O S&P-500 aumentou 0,77%, para 1.418,26 pontos.

Juros e o dólar subiram refletindo a cautela dos investidores - As taxas dos DIs foram pressionadas por
forte zeragem de posições vendidas, estimulada pelo aumento da aversão ao risco e a escalada do
petróleo e da inflação doméstica e global. O DI janeiro/10 fechou a 13,92%, de 13,68% na véspera.
Janeiro/12 disparou de 12,43% a 12,63%. O DI julho de 2008 terminou estável em 11,88%. O DI janeiro
de 2009 fechou em 12,89%, de 12,80% no pregão anterior. A moeda americana, por sua vez, persistiu
em terreno positivo diante da expectativa de que o governo poderá anunciar em breve medidas para
evitar uma desvalorização mais acentuada do dólar ante o real, que prejudicaria exportadores e ampliaria
o déficit em conta corrente brasileiro. O pronto fechou a R$ 1,660 na roda da BM&F (+0,12%) e no balcão
(+0,18%). O giro financeiro total somou cerca de US$ 2,625 bilhões (US$ 2,403 bilhões em D+2).

(Equipe AE)


Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.