Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quarta-feira, março 19, 2008

Distribuindo lucros: conheça a ação que mais aparece nas carteiras de dividendos

Por: Gabriel Ignatti Casonato
19/03/08 - 10h10
InfoMoney

SÃO PAULO - As ações da CPFL Energia receberam o maior número de recomendações nas carteiras de dividendos dos analistas para o mês de março, segundo levantamento realizado pela InfoMoney, que incluiu sete portfólios sugeridos por corretoras.

As sete carteiras recomendadas de pagadoras de proventos selecionadas são de: Coinvalores, Concórdia, Fator, HSBC, Senso, Souza Barros e Unibanco.

Pontos fortes da campeã
Destas sete instituições, quatro listaram os papéis da CPFL em suas sugestões. De modo geral, os analistas apontam que a companhia além de contar com uma boa política de distribuição de seus lucros, é uma forte geradora de caixa.

Adicionalmente, os papéis da distribuidora contam com boa liquidez e as instituições têm boas perspectivas para os próximos resultados da empresa, que apresentou crescimento nos números do quarto trimestre e do acumulado de 2007.

Vale ressaltar que a companhia propôs a distribuição de R$ 1,561 bilhão em dividendos, o que corresponde a 95% do lucro líquido do ano passado. O dividend yield referente ao segundo semestre de 2007 foi de 9,7%, um dos maiores dentre as empresas listadas na bolsa.

Segundo lugar dividido
Com três recomendações, aparecem os ativos de quatro empresas. As ações preferenciais classe A da Comgás, as ordinárias da Souza Cruz e da Tractebel e as preferenciais da Transmissão Paulista figuram empatadas em segundo lugar.

Os papéis possuem em comum o fato de contarem com uma satisfatória liquidez e boas taxas de distribuição de proventos, além de estarem consolidados em termos de nível de atividade.

Avaliações
Assim como a CPFL, a Comgás possui uma elevada projeção de dividend yield, enquanto a Tractebel, mais uma representante do setor com mais sugestões também possui um atrativo histórico de proventos. Além disso, a companhia é apontada como uma das favoritas para adquirir a Cesp, o que deve beneficiar os ativos.

A Transmissão Paulista também recebe elogios. Segundo o Citigroup, a companhia apresenta fatores como a reestruturação operacional e o potencial de alavancagem, que representam incentivos aos dividendos. O UBS considera a empresa uma das mais atrativas do setor em termos de proventos.

Por fim, os bons resultados apresentados nos últimos trimestres, o cenário favorável para a companhia e o fato de ter fechado 2007 com um dos maiores dividend yields deixam as ações da Souza Cruz como uma boa sugestão de investimento.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.