Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quinta-feira, fevereiro 28, 2008

Especial Ibovespa: Perdigão arranca elogios com aquisições estratégicas

Por: Nathália A. Terra Pereira
28/02/08 - 20h30
InfoMoney

SÃO PAULO - A série especial de notícias da InfoMoney acerca dos papéis que compõem o Ibovespa volta a cobrir o setor de consumo e varejo nesta quinta-feira (28), com os analistas revelando suas perspectivas para a Perdigão.

No ano passado, favorecidas pelos bons resultados da companhia e pelas projeções favoráveis ao setor, as ações ordinárias da Perdigão superaram a valorização do Ibovespa no período, acumulando uma alta de 49,58%.

E se depender dos analistas consultados pela InfoMoney, o prognóstico deve permanecer positivo à companhia neste ano, uma vez que a Perdigão "está estrategicamente bem posicionada para resultados ainda melhores ao longo de 2008", nas palavras dos analistas da Ativa Corretora.

Vendas crescentes aqui e lá fora
Um dos fatores que deve impulsionar a empresa neste ano são as boas condições macroeconômicas brasileiras, que com a renda real em crescimento e inflação controlada, assim como a taxa básica de juro, estimulam as vendas domésticas da Perdigão.

E não é só por aqui que o cenário é favorável à companhia. A equipe do BB Investimentos destaca que as exportações da Perdigão de carne in natura, "em que se configura uma estratificação de preços mais elevada, deverão ser motivadas pelo aumento da demanda internacional pelo segmento".

No mesmo sentido, os analistas da Ativa mostram-se otimistas quanto às vendas da companhia no mercado externo, principalmente na Europa, onde o preço das aves continua elevado.

Aquisições trazem boas perspectivas
Entretanto, a principal característica da Perdigão elogiada pelos analistas é o seu management, responsável por "decisões estratégicas corretas, que proporcionaram a diversificação dos produtos e o aumento de escala por meio de novas aquisições", segundo o BB Investimentos.

Neste contexto, o impacto positivo da compra da Eleva sobre os futuros resultados da Perdigão é consenso entre os analistas. Para o Santander, a aquisição é benéfica pois amplia o mix de produtos da Perdigão e oferece alcance a mercados internacionais inéditos, como o Oriente Médio e a Europa Oriental, além de poder gerar ganhos de sinergia de até R$ 140 milhões.

Os analistas do Santander vão além : "aliada à aquisição dos 49% restantes na participação do capital social da Batavia, a compra da Eleva deve mais que compensar os efeitos negativos do aumento esperado para o preço da soja e do milho brasileiros neste ano".

Recomendação é de compra
Este conjunto de perspectivas favoráveis faz com que uma recomendação de compra aos papéis da Perdigão se mostre presente entre os analistas, como os da Socopa, BB Investimentos, Coinvalores e UBS, este último que afirma "preferir Perdigão à Sadia, devido à melhor diversificação de receita e maior governança corporativa."

Opinião semelhante é adotada pelo Santander, que frente aos últimos resultados da empresa e às projeções otimistas quanto à incorporação da Eleva, elevou seu preço-alvo para 2008 aos ADRs (American Depositary Receipts) de US$ 53,50 para US$ 60,00, o que representa um upside de 22,22% frente ao fechamento dos ativos na última quarta-feira.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.