Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

sexta-feira, janeiro 11, 2008

Discurso de Bernanke agrada e define tendência positiva aos mercados

Por: Roberto Altenhofen Pires Pereira
10/01/08 - 19h07
InfoMoney

SÃO PAULO - Ainda sob a influência dos desdobramentos da crise econômica norte-americana, os mercados enfrentaram uma sessão instável, mas com tendência positiva definida após o aguardado discurso do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke.

Com uma fatia relevante dos analistas considerando a possibilidade de recessão na maior economia do mundo, o pronunciamento de Bernanke ganhou ainda mais peso. O presidente do Fed afirmou que, caso o cenário mude rapidamente, o Federal Reserve deve estar "excepcionalmente" alerta e flexível, reforçando as expectativas em torno de uma flexibilização monetária adicional.

Mesmo com os investidores recebendo bem o discurso, os analistas da Merrill Lynch corroboraram o clima de cautela, ressaltando que os dados da economia do país sinalizam que os Estados Unidos já começaram a entrar em recessão.

Em meio a diferentes pontos de vista, o futuro da taxa básica de juro daquele país ganha maior destaque. Na última quarta-feira, o banco de investimentos Goldman Sachs jogou grande responsabilidade sobre as próximas reuniões do Fed, projetando novos cortes que podem levar o juro básico do país a cair mais 2 pontos percentuais até o final do ano.

Noticiário doméstico também em evidência
Internamente, o plano corporativo dividiu as atenções com o noticiário externo. Os rumores de fusão entre teles Oi/Telemar e Brasil Telecom foram alimentados após uma possível oferta de compra veiculada na imprensa e movimentaram os negócios na bolsa brasileira.

A agenda de indicadores ainda ofereceu novos dados, com a primeira prévia de janeiro do IPC-Fipe, que marcou variação positiva nos preços. Outro acontecimento que atrai os olhares é o início da temporada de resultados corporativos referentes ao quarto trimestre do ano passado, com os números da Aracruz aguardados para a próxima sexta-feira.

Ibovespa avança; dólar cai
Após resistir à instabilidade generalizada dos mercados globais ao longo da sessão e com o apoio a forte escalada dos ativos do setor de telecomunicações, o Ibovespa - principal índice acionário brasileiro - ganhou fôlego com a melhoria do cenário externo após o discurso de Bernanke, e fechou em alta de 1,34%, cotado a 63.515 pontos. O volume financeiro totalizou R$ 6,66 bilhões.

No mercado de câmbio, o dólar comercial terminou com desvalorização de 0,73%, a R$ 1,7570, também influenciado pelo pronunciamento da autoridade monetária dos EUA.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.