Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

segunda-feira, março 13, 2006

CELULARES: VIVO CAI FORTE COM TEMOR DE REAÇÃO À PROMOÇÃO DA CLARO

São Paulo, 13 - As ações da Telesp Celular e, conseqüentemente, de todo o Grupo Vivo estão operando em baixa significativa nesta segunda-feira. Há pouco, as PN da operadora móvel paulista perdiam 3,41%, para R$ 9,90, depois de 439 negócios. Tele Centro Oeste Celular PN (-4,06%), Celular CRT PNA (-4,72%) e Tele Leste Celular PN (-6,70%) acompanhavam o movimento, que também era seguido por Telemig Celular PN (-2,46%), mesmo que em menor intensidade.

O mercado recebeu com temor a promoção anunciada hoje pela Claro, com celulares pós-pagos a R$ 1,00. Há um grande receio de que a iniciativa retome a agressividade comercial no setor, especialmente com a aproximação do Dia das Mães. No ano passado, o segmento parecia tranqüilo até o início de abril, quando vieram as campanhas antecipadas e reduziram quase que pela metade as margens do segundo trimestre de 2005, em relação ao primeiro.

A interpretação é que esta iniciativa do grupo mexicano não tem relação com os estoques detidos desde o Natal, pois já seria época, agora, de aquisição dos aparelhos para o Dia das Mães. O entendimento é se trata mesmo de posicionamento estratégico da Claro e, portanto, passível de ser seguido pelas demais operadoras.

A Vivo, por concentrar as operadoras de banda A, reúne os clientes pós-pagos mais antigos do setor e é a companhia que mais precisa se defender dos ataques das novas entrantes, no entendimento dos investidores. O medo, portanto, é dos reflexos da iniciativa da Claro. Ou a Vivo reage para preservar seu market share e agride sua rentabilidade, ou mantém a racionalidade das campanhas mas sob pena de acelerar a perda de participação de mercado.

TIM Participações PN (-0,50%) tinha o desempenho mais moderado entre os papéis do setor. A controladora italiana reduziu recentemente suas projeções de crescimento para a operação brasileira, demonstrando disposição a uma maior racionalidade. Resta saber se, mesmo provocada, a companhia não irá reagir. (Graziella Valenti)

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.