Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quinta-feira, março 02, 2006

BANCOS: AUTUAÇÕES DA RECEITA CRESCEM 38,3% EM 2005, PARA R$ 8,122 BI

(AE)

Brasília, 02 - As instituições financeiras foram autuadas pela Receita Federal em R$ 8,122 bilhões no ano passado, o que representa um aumento de 38,3%. Foi o terceiro maior crescimento de autuações, de acordo com balanço divulgado hoje pela Receita Federal. Em 2004, as atuações nos bancos somaram R$ 5,87 bilhões.

As instituições financeiras ficaram atrás das empresas de telecomunicações, energia e água e da construção civil. As atuações das empresas do setor de telecomunicações, energia e água cresceram 115% de um ano para outro, saltando de R$ 1,58 bilhão para R$ 3,4 bilhões. Já as autuações do setor de construção civil aumentaram 43,3% - de R$ 593,26 bilhões para R$ 850,479 bilhões.

Segundo o secretário-adjunto da Receita Federal, Paulo Ricardo Cardoso, as instituições financeiras são sempre alvo prioritário de fiscalização, porque além de trabalharem com recursos próprios também administram de dinheiro de terceiros. "O mercado é criativo e sempre temos descobertas novas", disse o secretário. Ele explicou que, num ano, a Receita descobre uma irregularidade, as empresas corrigem e, em outro, novas operações fraudulentas são feitas.

Os maiores problemas identificados são com a CPMF, a tributação das aplicações financeiras e o Imposto de Renda das empresas. A Receita tem delegacias especiais que tratam apenas do controle das instituições financeiras.

De acordo com o balanço da Receita, em valores nominais, as empresas do setor industrial foram as mais autuadas no ano passado: R$ 10,54 bilhões. Mas as autuações nesse setor caíram 66% em relação ao valor de R$ 31,161 bilhões registrado em 2004. A queda está relacionada a autos de inflação atípicos feitas pela Receita em poucas empresas do setor de alimentos.

Depois da indústria, o setor de comércio foi o mais autuado em valores (R$ 9,765 bilhões), seguido pelo setor de empresas prestadoras de serviços (R$ 7,391 bilhões). As autuações no comércio cresceram 21,5% e no setor de prestação de serviços caíram 52,9%. Essa queda também foi influenciada pelas autuações atípicas e em grande valor registradas em 2004. (Adriana Fernandes)

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.