Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

sexta-feira, fevereiro 24, 2006

CENÁRIO 1: GIRO ENFRAQUECE; LIGHT, KLABIN E VIVO PUXAM ALTAS

(AE)

São Paulo, 24 - A Bolsa paulista opera de lado, com volume já mais fraco. O Carnaval já contribui para esvaziar os negócios. No entanto, alguma movimentação mais intensa, por parte do investidor estrangeiro, não está descartada para a tarde. O final de mês coincide com o feriado e mercados fechados no Brasil. Há pouco, o Ibovespa subia 0,33% para 38.540 pontos. O giro financeiro é de R$ 912 milhões e projeta R$ 1,78 bilhão.

O volume está mais fraco hoje. Petrobras lidera, com R$ 88 milhões e alta de 2,16%. Vale PNA negocia R$ 53 milhões e sobe 0,7%. Itaú vem em terceiro, com R$ 52 milhões e pequeno ganho de 0,26%; Bradesco se recupera após dois dias de perdas e valoriza 3,18%, com giro de R$ 45 milhões, o quarto do dia.

O balanço que mais repercute hoje nos negócios foi o divulgado pelo grupo Vivo. Após um início de dia em queda, os papéis passaram a figurar entre as principais altas do Ibovespa, com ganhos expressivos. Pela manhã, operadores já alertavam que se os papéis abrissem em queda, diante das perspectivas dos resultados ruins que já derrubaram as cotações ontem, poderiam chamar compradores.

Telesp Celular PN sobe 5,37%; TCO valoriza 4,60%; CRT PNA tem ganho de 3,92%.Tele Leste PN valoriza 4,62%; Tele Sudeste +6,87%.

A Telesp Celular Participações teve prejuízo líquido de R$ 909,2 milhões, em alta de 85,5%. Somente no quarto trimestre do ano passado, o resultado líquido da empresa foi negativo em R$ 318 milhões, com crescimento de 35,5%. A companhia informou que sua base de clientes teve alta de 14,6%, com crescimento de 9,5% de clientes pós pagos.

O custo de aquisição do cliente (SAC) caiu 13% em comparação com o terceiro trimestre e 6,8% em relação ao último trimestre de 2004. A receita média por usuário (ARPU) pós pago foi de R$ 95,2, com aumento de 8,6. Há no mercado o comentário de que a margem Ebitda ajusta, de 29,5% ficou melhor do que o esperado pelo mercado.

Segundo a empresa, as ocorrências de fraude em sua rede levaram a um aumento significativo da provisão para devedores duvidosos (PDD) no balanço consolidado da Telesp Celular Participações. Em 2005, a conta foi ampliada em R$ 245,3 milhões por conta desses eventos, levando a PDD a um total de R$ 569,9 milhões. Somente no quarto trimestre, a perda adicional foi de R$ 167,4 milhões, somando um total de R$ 254,8 milhões no período.

O presidente do Grupo Vivo, Roberto Lima, afirmou esperar que a estréia das ações unificadas na Bovespa, após a reestruturação societária recém aprovada, ocorra em 31 de março. Dia 27 termina o prazo de direito de retirada para os dissidentes da reformulação.

A TCO registrou queda de 33,1% em seu lucro líquido, para R$ 339,1 milhões. A Tele Sudeste Celular lucrou R$ 111,2 milhões, com crescimento de 19,8%. A Celular CRT teve ganho de R$ 129,3 milhões, com queda de 29%. A Tele Leste Celular Participações registrou prejuízo líquido de R$ 92,1 milhões em 2005, com evolução de 169,3%.

Logo na abertura, os papéis PN da Klabin já disparavam 4 %. Há pouco subiam 5,73%. Segundo operadores, havia investidores estrangeiros na compra do papel, amparados em perspectivas mais aquecidas para o cenário macroeconômico. As expectativas são boas para o segmento de embalagens, diante do esperado reaquecimento da atividade econômica.
As ações ON da Light também sobem com volume acentuado - o papel tem ganho de 7,69% e negocia R$ 15 milhões. A expectativa é pela definição da data de entrega de propostas para a compra da companhia - a venda deve ser concretizada mês que vem.

As ações da CSN caem 2,29% para R$ 64,49. O mercado já trabalha com a possibilidade de que os danos provocados pelo acidente que, em 22 de janeiro passado, paralisou as operações do alto forno número 3 da companhia - responsável por 60% da produção da empresa - sejam mais graves do que o esperado originalmente. A expectativa, agora e de que ele volte a funcionar dentro de 6 meses e não 3, conforme sinalizado pela companhia.

CTEEP PN valoriza 2,25% e Cesp PN tem queda de 1,34%. A publicação do edital de venda da Companhia de Transmissão Paulista (Cteep), prevista para quarta-feira passada, só deverá ocorrer na semana iniciada no dia 13 de março, segundo informou a Secretaria de Energia do Estado de São Paulo. Com isso, o leilão marcado para o dia 15 de março será novamente adiado.

A Cteep entregará hoje à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) suas sugestões para o processo de revisão tarifária da empresa, segundo informou à Agência Estado o secretário de Energia de São Paulo, Mauro Arce. Ele ressaltou que não fará nenhuma crítica à metodologia aplicada pela Aneel, mas levantará dúvidas, principalmente, sobre ativos que não foram considerados no cálculo da receita.

AmBev PN continua em queda, de 0,71% , hoje. Após o balanço de 2005, o Bear Stearns elevou o preço-alvo do ADR da companhia no final de 2006 de US$ 43,00 para US$ 52,00, diante "dos excelentes resultados divulgados". O banco de investimento manteve a recomendação "outperform". O Merrill Lynch também elevou seu target, de US$ 45,00 para US$ 50,00.
(Ana Paula Ragazzi)

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.