Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

terça-feira, janeiro 31, 2006

ROSSI: OFERTA SUGERE DESCONTO DE 10% EM RELAÇÃO A PREÇO DE MERCADO

(Agência Estado)

São Paulo, 31 - A Rossi Residencial estima faixa de R$ 19,00 a R$ 23,00 para sua oferta pública primária e secundária de ações. Em média, o preço sugerido é de R$ 21,00, abaixo da cotação da ação no mercado - ao fechamento de ontem, o papel valia R$ 24,20. As contas simples sugerem que, na oferta, a empresa oferece um desconto próximo a 10% em relação ao preço do mercado para quem aderir à colocação.

No aviso distribuído hoje, a Rossi destaca que o investidor não institucional poderá efetuar a reserva das ações junto a uma única instituição, observados os valores mínimo e máximo, sem a necessidade de depósito em dinheiro. Porém a Rossi recomenda a esses investidores pessoa física que consultem a casa escolhida para verificar se esta não exigirá a manutenção de recursos em conta de investimento para fins de garantia do pedido de reserva. Segundo informações do mercado, as instituições intermediárias estão exigindo garantias dos pedidos de reserva dos papéis.

Solicitações infladas em períodos de reserva de ações, de parte de investidores que querem garantir a quantidade desejada após o rateio, têm, na avaliação de muitos participantes do mercado, gerado demandas artificiais em relação aos papéis.

Na oferta da Rossi, o início da negociação das novas ações na Bolsa está marcado para 15 de fevereiro, sendo que a liquidação financeira será dia 17. Sem a solicitação de garantias, se desejasse vender os papéis no dia de estréia, o investidor faria a movimentação a descoberto - e é essa a operação que algumas casas já desejam combater.

Na sexta-feira passada, a empresa marcou, para ontem, reunião com investidores na Bovespa, com o intuito de detalhar sua operação. Naquele mesmo dia, divulgou seu balanço de 2005 e promoveu a estréia de seus papéis no Novo Mercado da Bovespa.

De sexta até ontem, a ação acumula desvalorização de 9%. A queda dos últimos dias foi relacionada a um movimento de correção dos preços dos papéis que, em janeiro, sobem 14%. Em um ano, a valorização é de 489%. As ações ganharam fôlego especial ao final do ano passado após o mercado tomar conhecimento de sua oferta e também da colocação de papéis das concorrentes Gafisa e Company. A empresa deseja captar, aproximadamente R$ 600 milhões. Os recursos possibilitarão a liquidação total das dívidas dos acionistas decorrentes de recentes aquisições de Sociedades de Propósito Específico (SPEs). (Ana Paula Ragazzi)

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.